Meteorologia

  • 22 ABRIL 2024
Tempo
22º
MIN 15º MÁX 27º

'Vendedor de veneno' canadiano enfrenta acusações de homicídio

Kenneth Law é suspeito de ter vendido uma “substância tóxica” que poderá ter provocado a morte a pelo menos 90 pessoas no Reino Unido.

'Vendedor de veneno' canadiano enfrenta acusações de homicídio
Notícias ao Minuto

23:09 - 12/12/23 por José Miguel Pires

Mundo Canadá

Kenneth Law, o homem que está detido em Ontário, no Canadá, por suspeitas de "auxílio ao suicídio", enfrenta 14 acusações de homicídio em segundo grau, conta a BBC.

Law, de 57 anos, foi também ligado por investigadores britânicos a 90 mortes no Reino Unido. À BBC, a equipa legal do homem avançou que este se irá declarar 'não culpado' das acusações.

O homem - que poderá ser condenado a prisão perpétua - tem sido alvo de uma investigação multijurisdicional, envolvendo 11 agências policiais da região de Ontário.

Simon James, inspetor da Polícia Regional de York, disse que as novas acusações de homicídio estavam relacionadas a um total de 14 vítimas mortais nessa mesma região, com idades a variar entre os 16 e os 36 anos. Contam-se, também, outras 14 acusações de auxílio e aconselhamento ao suicídio relacionadas com as mesmas mortes, totalizando 28 acusações.

"Foram apresentadas provas que apoiam a acusação de homicídio em segundo grau", explicou James.

Segundo a BBC, a investigação canadiana concluiu que Law administrava vários sites que ofereciam equipamentos e substâncias para ajudar as pessoas a acabar com as suas vidas. Estima-se que terá enviado mais de 1.200 pacotes contendo substâncias letais para cerca de 40 países.

No Reino Unido, por exemplo, a Agência Nacional de Luta contra o Crime (NCA) disse que Law terá enviado pacotes para 272 pessoas, das quais 90 morreram, ainda que não tenha sido possível ligar diretamente as mortes ao consumo de uma substância tóxica.

Leia Também: Detida mulher que envenenou ex-sogros com cogumelos na Austrália

Recomendados para si

;
Campo obrigatório