Meteorologia

  • 23 FEVEREIRO 2024
Tempo
11º
MIN 10º MÁX 14º

EUA batem recorde de tiroteios em massa num ano, com mais de 200 mortos

A maioria dos tiroteios ocorreu em casas e espaços privados, apesar de os ataques públicos serem alvo de maior atenção mediática, especialmente por quem luta para que o país restrinja mais a venda e porte de armas de fogo.

EUA batem recorde de tiroteios em massa num ano, com mais de 200 mortos
Notícias ao Minuto

15:10 - 05/12/23 por Notícias ao Minuto

Mundo Tiroteios EUA

Após um par de tiroteios em massa no domingo, nos estados do Texas e de Washington, os Estados Unidos da América bateram oficialmente um recorde que pouco orgulhará o país. Foi batido o recorde de mais tiroteios em massa no espaço de um ano, com 38 incidentes registados até ao início de dezembro.

Segundo os dados recolhidos pela Associated Press e pelo The Guardian, os tiroteios de domingo, os ataques foram o 37.º e o 38.º tiroteios em massa do ano - um tiroteio em massa é definido por muitas autoridades, incluindo pelo FBI, a polícia federal, como um incidente em que quatro ou mais pessoas são mortas a tiro, excluindo o atirador.

No domingo, um jovem de 21 anos disparou sobre quatro pessoas numa casa em Dallas, no estado do Texas, incluindo uma criança de um ano de idade, tirando a sua própria vida após o ataque; poucas horas antes, cinco pessoas da mesma família foram também baleadas e mortas em Orchards, no estado de Seattle, acreditando-se que o atirador esteja entre os mortos.

Os 38 tiroteios representam o maior número de incidentes em massa desde 2006, sendo que o recorde anterior era de 2022, quando foram registados 36 tiroteios em massa. O número de homicídios e tiroteios em massa caiu exponencialmente durante a pandemia da Covid-19, especialmente em 2020, mas o levantamento de restrições trouxe três dos quatro piores anos para vítimas de violência armada desde 2006.

Um incidente no domingo em Nova Iorque, uma onda de esfaqueamentos que fez quatro mortos (incluindo duas crianças), representou o 41.º homicídio em massa, mas este não entra nas contas dos tiroteios por envolver apenas armas brancas.

No total, morreram pelo menos 203 pessoas em homicídios em massa durante todo o ano.

Os tiroteios em massa acabam por ter uma grande atenção mediática quando são públicos, nomeadamente em escolas e outros espaços de ensino. Organizações e familiares de vítimas têm procurado alertar a classe política para a necessidade de restringir e monitorizar mais a venda, compra e porte de armas de fogo no país, mas os conservadores no Partido Republicano e a grande indústria de armamento norte-americana têm, por sua vez, impedido quaisquer propostas legislativas a nível federal e estatal que limitem a venda indiscriminada de armas de fogo, nomeadamente de grande porte.

Apesar de tudo, a maioria dos tiroteios em massa ocorrem fora dos olhos do público, com 26 dos 38 incidentes a ocorrerem em casas privadas.

O site Gun Violence Archive, que também monitoriza incidentes e tiroteios pelo país, apresenta valores muito mais elevados pois, para a organização, os tiroteios com quatro vítimas, mesmo que tenham ficado apenas feridas (e excluindo o atirador), também devem contar para as estatísticas. Com esse critério, foram registados 630 tiroteios.

Leia Também: Tiroteio em massa em casa perto de Portland resulta em cinco mortos

Recomendados para si

;
Campo obrigatório