Meteorologia

  • 17 ABRIL 2024
Tempo
14º
MIN 14º MÁX 28º

Prémio Nobel da Paz Malala Yousafzai na palestra anual Nelson Mandela

A ativista paquistanesa e Prémio Nobel da Paz, Malala Yousafzai, proferirá a 21.ª Palestra Anual Nelson Mandela, em Joanesburgo, na terça-feira, disse hoje a Fundação Mandela à Lusa.

Prémio Nobel da Paz Malala Yousafzai na palestra anual Nelson Mandela
Notícias ao Minuto

17:08 - 04/12/23 por Lusa

Mundo Malala Yousafzai

A palestra realiza-se no âmbito das cerimónias do 10.º aniversário da morte do líder histórico do ANC, e primeiro Presidente da democracia pós-'apartheid' sul-africana, que morreu no dia 05 de dezembro de 2013, em Joanesburgo, com 95 anos.

A intervenção de Malala, laureada com o Nobel da Paz em 2014, centrar-se-á na "opressão sistémica das mulheres e raparigas por parte dos Talibãs no Afeganistão", salientou a instituição, sublinhando que servirá para "aumentar a visibilidade de um esforço crescente para expandir a definição de 'apartheid' para incluir a opressão baseada no género".

Num diálogo após a palestra anual, Malala e um painel de ativistas irão "refletir sobre as lições da luta anti-'apartheid' da África do Sul e o legado de Nelson Mandela", destacando "os apelos à ação das mulheres e raparigas afegãs para uma resposta global mais robusta", referiu.

Natural do Vale Swat, no Paquistão, Malala Yousafzai recebeu o Prémio Nobel da Paz pela sua luta em prol dos direitos das crianças à Educação, no seu país.

"Quando o movimento islâmico talibãs assumiu o controlo do vale em 2008, as escolas para raparigas foram queimadas. Malala manteve um diário dos acontecimentos, que foi publicado em 2009 pela [emissora britânica] BBC Urdu. No seu diário, a ativista manifestou-se contra o regime terrorista dos talibãs", refere-se no site oficial da Academia do Prémio Nobel.

De acordo com a Fundação do ex-estadista sul-africano, as atividades em memória dos 10 anos da morte de Mandela integram este ano a exposição "Nelson Mandela is Dead", no Centro de Memória Nelson Mandela, em Joanesburgo, além da habitual caminhada e corrida anual em memória de Mandela, que terá lugar no Union Buildings, em Pretória, a capital do país, no dia 10 de dezembro de 2023, indicou à Lusa fonte da Fundação Nelson Mandela.

Leia Também: Nobel da Paz termina greve de fome após ser examinada no hospital

Recomendados para si

;
Campo obrigatório