Meteorologia

  • 05 MARçO 2024
Tempo
15º
MIN 8º MÁX 16º

Mãe de Mia Schem, refém do Hamas, recebe notícia da libertação da filha

Amit e Mia foram encaminhadas diretamente para a alçada das IDF, não tendo passado pelo Egito, ao contrário que se tem verificado nos últimos dias.

Notícias ao Minuto

20:10 - 30/11/23 por Notícias ao Minuto

Mundo Israel/Palestina

Duas reféns israelitas do Hamas foram, esta tarde de quinta-feira, entregues à Cruz Vermelha, segundo adiantaram as Forças de Defesa de Israel (IDF). Tratavam-se de Amit Soussana, de 40 anos, e de Mia Schem, de 21 anos, que foi raptada no festival Supernova, que estava a decorrer na Faixa de Gaza no dia da ofensiva levada a cabo pelo grupo islâmico. Keren Schem, mãe da jovem, não conteve a emoção ao saber que a filha estava ‘a caminho’ de casa.

Nas imagens, às quais poderá aceder na galeria acima, a mãe da jovem israelo-francesa encontra-se sentada num sofá, mostrando-se visivelmente emocionada com a notícia de que a filha tinha sido libertada.

“A Mia vai voltar!”, diz.

Amit e Mia foram encaminhadas diretamente para a alçada das IDF, não tendo passado pelo Egito, ao contrário que se tem verificado nos últimos dias.

Um vídeo do momento em que as mulheres foram libertadas está, também, a circular nas redes sociais, naquele que é o sétimo dia do cessar-fogo acordado entre Israel e o Hamas.

A tatuadora de origem francesa foi a primeira refém a ser retratada num vídeo do grupo islâmico, que a mostrava a ser tratada a um ferimento num braço e a apelar para ser libertada.

As imagens foram condenadas pelo governo francês e motivaram Keren a pedir a libertação imediata da filha, numa conferência de imprensa em Telavive.

O pai da jovem, David, também não conteve a alegria, tendo assegurando ao Canal 12 de Israel que este “é o dia mais feliz do mundo”.

“É uma menina incrível. Não vou deixá-la durante muito tempo”, disse, citado pela BBC.

Mia foi raptada com uma amiga, Elia Toledano, que continua refém do Hamas. Naquele dia, a mãe da jovem tentou telefonar-lhe quando ficou a par do brotar da ofensiva, mas as chamadas não foram atendidas. Ainda assim, Mia terá enviado uma mensagem a um dos organizadores do festival a pedir socorro, pelas 7h17: "Estão a disparar contra nós, venham salvar-nos."

De notar que a trégua entre Israel e o Hamas, que entrou em vigor no dia 24 de novembro, foi prolongada por mais um dia, esta quinta-feira, pouco antes de terminar, segundo anunciaram os dois lados do conflito.

Depois do ataque surpresa do Hamas contra o território israelita, sob o nome 'Tempestade al-Aqsa', Israel bombardeou a partir do ar várias instalações daquele grupo armado na Faixa de Gaza, numa operação que denominou 'Espadas de Ferro'.

O primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, declarou que Israel está "em guerra" com o Hamas, grupo considerado terrorista por Israel, pelos Estados Unidos e pela União Europeia (UE), tendo acordado com a oposição a criação de um governo de emergência nacional e de um gabinete de guerra.

Leia Também: AO MINUTO: Duas reféns libertadas; Procurador-geral do TPI visita Israel

Recomendados para si

;
Campo obrigatório