Meteorologia

  • 21 FEVEREIRO 2024
Tempo
20º
MIN 10º MÁX 20º

Casa Branca anima as partes do setor automóvel para chegarem a acordo

A Casa Branca solicitou hoje que as partes do setor automóvel dos EUA continuem a negociar, até que consigam um acordo mutuamente vantajoso.

Casa Branca anima as partes do setor automóvel para chegarem a acordo
Notícias ao Minuto

23:57 - 22/09/23 por Lusa

Mundo United Auto Workers

A porta-voz do presidente Joe Biden, Karine Jean-Pierre, informou, durante uma conferência de imprensa, que a Casa Branca transmitiu ao sindicato United Auto Workers (UAW) e aos fabricantes a "importância" que atribui à continuação do diálogo com aquele objetivo.

A mensagem presidencial é divulgada no mesmo dia em que a greve no setor, iniciada na semana passada em três fábricas de General Motors (GM), Stellantis e Ford, se alargou a 38 outros locais das duas primeiras empresas, porque a negociação com estas não avança como esperado.

"Os trabalhadores do UAW mantêm-se no centro de uma indústria crescente, pelo que faremos tudo o que pudermos para ajudar as partes da forma que desejarem. Mas estão a negociar e acreditamos que isso é incrivelmente importante", disse Karine Jean-Pierre.

No total, 38 centros de distribuição de peças sobresselentes da GM e da Stellantis, localizados em 20 Estados e que empregam milhares de pessoas, começaram hoje novas greves sem fim marcado.

O sindicato justificou o alargamento apenas à GM e à Stellantis, com o argumento de que, apesar de a negociação com a Ford não ter acabado, a UAW quer reconhecer "que, pelo menos, a Ford está a levar a sério a procura de um acordo".

Leia Também: Governo dos EUA medeia negociações no setor automóvel para evitar greves

Recomendados para si

;
Campo obrigatório