Meteorologia

  • 22 JUNHO 2024
Tempo
18º
MIN 14º MÁX 27º

Soldados do Sudão do Sul condenados por homicídio e violência sexual

Onze membros do exército do Sudão do Sul foram condenados por um tribunal militar por crimes graves, como homicídio e violência sexual, a dez anos de prisão e ao pagamento de indemnizações às vítimas.

Soldados do Sudão do Sul condenados por homicídio e violência sexual
Notícias ao Minuto

06:27 - 20/06/23 por Lusa

Mundo Sudão do Sul

Os condenados foram igualmente destituídos das patentes e expulsos, de acordo com a decisão do tribunal, que contou com a assistência técnica e financeira das Nações Unidas.

O governador do condado de Yei River, Aggrey Cyrus Kanyikwa, afirmou que o tribunal "disse aos civis de Yei que ninguém está acima da lei" e que "isto deve mostrar aos cidadãos de Yei que não devem ter medo de denunciar os soldados que cometem crimes".

A Missão das Nações Unidas no Sudão do Sul (UNMISS), que comunicou a decisão na segunda-feira, congratulou-se "com as medidas concretas tomadas pelo Governo do Sudão do Sul para conseguir a responsabilização e a justiça para os sobreviventes de crimes graves, incluindo violência sexual em Yei".

O representante especial do secretário-geral da ONU e chefe da UNMISS, Nicholas Haysom, elogiou os esforços (...) para melhorar e identificar formas de reforçar a responsabilização das Forças Armadas, implementar as melhores práticas e fomentar a confiança das comunidades afetadas".

Leia Também: Violência no Sudão do Sul matou 405 civis e feriu 235 em três meses

Recomendados para si

;
Campo obrigatório