Meteorologia

  • 25 MAIO 2024
Tempo
13º
MIN 13º MÁX 25º

Estacionaram na casa errada e foram recebidos a tiro. Uma jovem morreu

Tudo aconteceu numa área mais rural de Nova Iorque, nos Estados Unidos, quando a jovem e o seu grupo procuravam a casa de amigos e, por acidente, estacionaram na de Monahan.

Estacionaram na casa errada e foram recebidos a tiro. Uma jovem morreu
Notícias ao Minuto

15:32 - 18/04/23 por Notícias ao Minuto

Mundo Estados Unidos

Kaylin Gillis, de 20 anos, foi morta a tiro no passado domingo quando, por engano, a jovem e mais três amigos estacionaram o carro onde seguiam na entrada de Kevin Monahan, de 65 anos. O dono da casa disparou dois tiros desde o seu alpendre, sendo que um deles acertou no veículo e atingiu mortalmente Kaylin. 

Tudo aconteceu numa área mais rural de Nova Iorque, nos Estados Unidos quando a jovem e o seu grupo procuravam a casa de amigos e, por acidente, estacionaram na de Monahan. O homem foi indiciado por homicídio em segundo grau, revela a CNN Internacional. 

"É uma zona muito rural com estradas de terra. É fácil perdermo-nos. Eles estacionaram na entrada por um tempo muito breve, perceberam o erro e estavam de saída, quando o Sr. Monahan saiu e disparou dois tiros", disse o xerife Jeffrey Murphy.

Depois de terem sido recebidos a tiro, o grupo em que Gillis seguia ainda encaminhou o carro para a cidade de Salem, a poucos quilómetros. Ligaram para o 911 [o equivalente ao 112] e chamaram os paramédicos que, apesar de terem feito manobras de reanimação, não conseguiram evitar o trágico desfecho. 

Já Monahan recusou-se a sair de casa para falar com a polícia. Foi levado mais tarde, sob custódia, conta a CNN Internacional.

Em comunicado, o Washington County Sheriff indicou que, "pela investigação preliminar, soube-se que o veículo em que a vítima estava estacionou por engano na entrada da garagem no endereço Patterson Hill Road". "O proprietário da casa efetuou pelo menos dois disparos, um dos quais atingiu a vítima enquanto ela era passageira de um veículo".

Foi criada uma página de angariação de fundos para ajudar a pagar as despesas do funeral da jovem, assim como para ajudar a família a fazer face a outros gastos associados mais prementes. 

De recordar o caso de um adolescente de 16 anos que foi baleado duas vezes, na quinta-feira, depois de tocar à campainha da casa errada, por engano, para ir buscar os irmãos mais novos, em Kansas City, no estado norte-americano do Missouri. O atirador foi identificado como Andrew Lester, de 84 anos de idade, que, num primeiro momento tinha sido libertado pela polícia, mas foi agora acusado de dois crimes

Leia Também: 'Benadryl'. Menino de 13 anos morre ao tentar desafio do TikTok

Recomendados para si

;
Campo obrigatório