Meteorologia

  • 18 JULHO 2024
Tempo
33º
MIN 17º MÁX 33º

Polícia brasileira resgata mulher que foi enterrada viva em Minas Gerais

Tudo aconteceu depois de um alegado "extravio" de drogas e armas que estavam na sua posse. 

Polícia brasileira resgata mulher que foi enterrada viva em Minas Gerais
Notícias ao Minuto

09:07 - 29/03/23 por Notícias ao Minuto

Mundo Brasil

Uma mulher, de 36 anos, foi resgatada com vida de dentro de um túmulo, no cemitério de Visconde do Rio Branco, no estado brasileiro de Minas Gerais. Ao que a vítima indicou à Polícia Militar, tudo aconteceu depois de um alegado "extravio" de drogas e armas que estavam na sua posse. 

De acordo com o site G1, da Globo, os trabalhadores do cemitério chamaram as autoridades quando se deram conta de que o túmulo - numa parede - tinha sido recentemente 'mexido'. Foi o cimento fresco que 'denunciou' a situação. 

Em comunicado, a Polícia Militar de Minas Gerais afirmou que, na manhã de terça-feira, dia 28 de março, "salvou a vida de uma mulher que fora sepultada, ainda viva, num sepulcro vertical, no cemitério municipal na cidade de Visconde do Rio Branco". 

"Os militares, ao ouvirem gritos de 'socorro', quebraram a parede de tijolos e retiraram a mulher, de 36 anos, que apresentava ferimentos na cabeça e vários cortes pelo corpo. Coveiros do cemitério municipal acionaram a Polícia Militar após visualizarem uma catacumba fechada com tijolo e cimento fresco e com marcas de sangue próximo ao local", pode ler-se em comunicado publicado na página oficial.

Após ter sido resgatada, a mulher foi encaminhada para um hospital local São João Batista. 

Como tudo aconteceu? 

Ainda de acordo com a Polícia Militar, a vítima revelou às autoridades que estava "em casa na companhia do seu esposo, quando teve a residência invadida por dois indivíduos encapuzados que a agrediram".

E mais: "Disse também, que seu esposo foi agredido, contudo, conseguiu desvencilhar e evadir da presença dos invasores. A partir daí, não se lembra de mais nada, até acordar no sepulcro. Esclareceu ainda que, em data pretérita, teria guardado armas e drogas para dois indivíduos e que esse material fora extraviado."

Foram identificados dois possíveis suspeitos, de 20 e 22 anos, mas ainda não foram localizados ou detidos. 

Leia Também: Casal conhece-se no teatro no Brasil. Um dia depois, ele ficou cego

Recomendados para si

;
Campo obrigatório