Meteorologia

  • 24 MAIO 2024
Tempo
20º
MIN 13º MÁX 25º

Kyiv admite que Rússia irá desviar ataques de infraestruturas energéticas

O representante dos serviços de informações do Ministério da Defesa da Ucrânia, Vadim Skibitski, disse hoje acreditar que, com o fim do inverno, as Forças Armadas russas vão deixar de centrar os seus ataques nas infraestruturas energéticas.

Kyiv admite que Rússia irá desviar ataques de infraestruturas energéticas
Notícias ao Minuto

18:54 - 22/03/23 por Lusa

Mundo Ucrânia

Nos últimos meses de 2022, as tropas russas intensificaram a ofensiva contra as infraestruturas energéticas ucranianas, procurando obrigar a população a enfrentar um inverno rigoroso.

Agora, os serviços de informações de Kyiv acreditam que este problema está ultrapassado, e que a Ucrânia conseguiu superar o desafio, admitindo que as forças russas vão apontar as suas armas para outros alvos.

"Isso deve-se às nossas empresas de energia, às Forças Armadas e às forças de defesa aérea, bem como ao trabalho coordenado de todos os ministérios e departamentos", disse Skibitski.

Este especialista disse acreditar que a Rússia passará a concentrar os seus ataques em "instalações militares, pontos de concentração de tropas ou no sistema logístico".

No entanto, o alto funcionário ucraniano sublinhou que isso não significa que a Rússia abandonará completamente as ofensivas nas infraestruturas energéticas, já que as refinarias de petróleo, o parque industrial ou as instalações hidrotécnicas e de tratamento de água continuarão certamente a ser alvos dos russos.

A ofensiva militar russa no território ucraniano, lançada a 24 de fevereiro do ano passado, mergulhou a Europa naquela que é considerada a crise de segurança mais grave desde a Segunda Guerra Mundial (1939-1945).

Leia Também: Sobe para sete mortes o balanço de ataque com drones na região de Kyiv

Recomendados para si

;
Campo obrigatório