Meteorologia

  • 19 JUNHO 2024
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 21º

Milhares de pessoas exigem que Sérvia rejeite plano europeu sobre Kosovo

Vários milhares de manifestantes de extrema-direita protestaram hoje em Belgrado contra o Governo, exigindo que este rejeite o novo plano europeu para negociar com o Kosovo a normalização das relações diplomáticas.

Notícias ao Minuto

00:06 - 18/03/23 por Lusa

Mundo Belgrado

"Não à capitulação" foi o lema sob o qual os manifestantes, concentrados numa praça em frente a uma catedral ortodoxa sérvia, marcharam até à sede da Presidência da República sérvia.

Os manifestantes agitaram bandeiras sérvias e faixas com inscrições como "Sérvia, e não a União Europeia" e "Não à rendição", perante o que consideram ser um ultimato europeu, gritando palavras de ordem como "O Kosovo é Sérvia" e entoando canções patrióticas.

Entre os manifestantes havia várias pessoas com símbolos do grupo de mercenários russo Wagner.

O "grande protesto de advertência" foi organizado pelos partidos pró-russos com assento parlamentar, que ocupam 35 dos 250 lugares do parlamento sérvio.

Exigiram também a demissão do Presidente da Sérvia, Aleksandar Vucic, que acusam de "traição" por aceitar negociar com base no plano europeu que, consideram, implica o reconhecimento da independência da antiga província sérvia do Kosovo, proclamada em 2008 de forma unilateral.

Apelaram igualmente para eleições legislativas e presidenciais antecipadas.

O protesto ocorreu na véspera de uma reunião do Alto Representante da União Europeia (UE) para a Política Externa, Josep Borrell, com Vucic e o primeiro-ministro do Kosovo, Albin Kurti, em Ohrid (Macedónia do Norte) para elaborar um calendário para a aplicação do novo plano europeu.

Em fevereiro, em Bruxelas, Vucic e Kurti aceitaram negociar a normalização das relações entre os dois países com base nesse plano, promovido pela UE e apoiado pelos Estados Unidos, após meses de tensão entre o Kosovo e a Sérvia.

Vucic assegurou que o plano não implica o reconhecimento da independência do Kosovo e indicou que a normalização das relações é importante para a aproximação da Sérvia à UE, bloco ao qual pretende aderir um dia.

Leia Também: UE apela à Sérvia e ao Kosovo "por coragem" para normalizar as relações

Recomendados para si

;
Campo obrigatório