Meteorologia

  • 06 FEVEREIRO 2023
Tempo
16º
MIN 6º MÁX 18º

Tropas ucranianas retiraram-se de Soledar, admite exército

O exército ucraniano admitiu hoje que se retirou de Soledar, duas semanas depois de as forças russas terem anunciado a conquista da pequena cidade do leste da Ucrânia.

Tropas ucranianas retiraram-se de Soledar, admite exército

"Após meses de duros combates, (...) as forças armadas ucranianas deixaram a cidade para recuar para posições preparadas", disse o porta-voz militar ucraniano da zona oriental, Sergei Cherevaty, à agência noticiosa francesa AFP.

Cherevaty não precisou quando é que as forças ucranianas se retiraram de Soledar, que tinha cerca de 10 mil habitantes antes de a Rússia ter invadido o país, em 24 de fevereiro do ano passado.


A Rússia reivindicou a conquista de Soledar em 13 de janeiro, mas as autoridades ucranianas disseram, no mesmo dia, que as suas tropas continuavam a resistir às forças russas, que incluíam o grupo de mercenários Wagner.

O anúncio do Ministério da Defesa de Moscovo foi feito dois dias depois de o grupo paramilitar russo Wagner ter anunciado que tinha tomado a cidade.

A Ucrânia tinha até agora recusado reconhecer a perda da cidade.

Soledar, conhecida pelas suas minas de sal, situa-se próximo de Bakhmut, onde têm ocorrido duras batalhas entre as duas partes.

A importância estratégica de Soledar tem sido contestada, com o Instituto para o Estudo da Guerra (ISW), com sede em Washington, a dizer que a sua conquista não corresponderia a "um desenvolvimento operacionalmente significativo".

O exército russo apresenta a conquista de Soledar como um passo fundamental no cerco da cidade vizinha de Bakhmut, que tem procurado capturar desde o verão.

A televisão norte-americana CNN noticiou, na terça-feira, que Estados Unidos e países europeus aconselharam Kyiv a abandonar Bakhmut e a dar prioridade a uma ofensiva no sul, "usando um estilo de luta diferente que aproveite os milhares de milhões de dólares em novo material militar recentemente comprometido".

A retirada de Soledar foi "controlada, não houve nenhum cerco ou captura em massa das nossas tropas", disse Cherevaty, negando qualquer fuga de soldados ucranianos.

Antes de recuar, as tropas ucranianas "infligiram perdas incríveis" aos russos, alegou.

Segundo Cherevaty, a estratégia ucraniana nesta área era a de "desgastar o inimigo".

As informações sobre a guerra na Ucrânia divulgadas pelas duas partes não podem ser confirmadas de imediato de forma independente.

Bakhmut e Soledar integram a região de Donetsk, uma das quatro que a Rússia anexou no final de setembro.

Além de Donetsk, Moscovo também anexou na mesma altura Lugansk, Kherson e Zaporijia, onde se situa a maior central nuclear da Europa.

Moscovo já tinha integrado a península ucraniana da Crimeia no território da Federação Russa em 2014.

A Ucrânia e a generalidade da comunidade internacional não reconhecem a soberania russa nos cinco territórios anexados.

[Notícia atualizada às 11h41]

Leia Também: AO MINUTO: Ucrânia perde Soledar; Oficial: Alemanha envia 14 Leopard 2

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório