Meteorologia

  • 18 MAIO 2024
Tempo
19º
MIN 13º MÁX 20º

Estado de emergência no Chile após incêndio que fez dois mortos

O Chile declarou estado de emergência após um incêndio que deflagrou na noite de quinta-feira em Viña del Mar, no centro do Chile, e que fez pelo menos dois mortos e destruiu ou danificou 400 casas.

Notícias ao Minuto

06:13 - 23/12/22 por Lusa

Mundo Covid-19

"O Presidente da República [Gabriel Boric] decidiu declarar o estado de emergência devido a uma calamidade pública" na região de Valparaíso, onde se encontra Viña del Mar, anunciou o vice-ministro do Interior, Manuel Monsalve.

Quando é acionado o estado de emergência, o responsável pela defesa nacional pode limitar os direitos constitucionais e solicitar todos os bens necessários para gerir a catástrofe.

O Serviço Nacional de Emergência (ONEMI) declarou alerta vermelho em Viña del Mar, cidade costeira a 120 quilómetros a norte da capital Santiago do Chile, e ordenou a evacuação de vários bairros.

O incêndio, alimentado por rajadas de vento de 40 a 50 quilómetros por hora, ainda não tinha sido controlado pelos bombeiros e brigadas florestais durante a noite de quinta-feira.

Segundo a Corporação Florestal Nacional do Chile (CONAF), o incêndio consumiu mais de 110 hectares.

Quatrocentos bombeiros foram mobilizados para o local - a quase totalidade de efetivos de Valparaíso - sendo apoiados por 150 silvicultores e algumas unidades da região de Santiago.

"O incêndio começou numa área chamada Nueva Esperanza 2000", disse o presidente da câmara de Viña del Mar, Macarena Ripamonti, acrescentando que as chamas estavam a progredir "para norte, em direção a Quinta Vergara".

Algumas das pessoas retiradas fugiram através da Quinta Vergara, um grande parque artístico onde se realiza o festival internacional de música de Viña del Mar.

[Notícia atualizada às 09h47]

Leia Também: Porsche inaugura fábrica de combustíveis sintéticos no Chile

Recomendados para si

;
Campo obrigatório