Meteorologia

  • 28 JANEIRO 2023
Tempo
MIN 4º MÁX 11º

AO MINUTO: "Apocalipse pode acontecer"; Rússia à espera do Irão?

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a guerra na Ucrânia.

AO MINUTO: "Apocalipse pode acontecer"; Rússia à espera do Irão?
Notícias ao Minuto

08:40 - 07/12/22 por Notícias ao Minuto

Ao Minuto Mundo Guerra na Ucrânia

Ao 287.º dia de invasão das tropas russas na Ucrânia, depois de a Rússia ter avançado que iria tomar medidas contra os ataques de Kyiv com drones, as sirenes voltaram a soar na região de Dnipro na terça-feira, depois de várias explosões serem registadas na região no centro do país.

Segundo o serviço de defesa antiaérea, os alertas de bombardeamento soaram também nas regiões de Zaporíjia e, durante a tarde, foram ouvidas as sirenes nas cidades de Odessa e Mykolaiv.

Os continuados ataques russos a infraestruturas energéticas levaram o Ministério da Saúde da Ucrânia a pedir às autoridades regionais de saúde para suspenderem cirurgias não urgentes, devido ao impacto dos apagões nos serviços de saúde ucraniano. Há muitos hospitais a operarem sem luz.

O subsecretário-geral da ONU para as questões humanitárias, Martin Griffiths, advertiu que os ataques russos contra instalações energéticas da Ucrânia ameaçam a capacidade de sobrevivência dos civis e podem originar uma nova deslocação de pessoas.

FIM DE COBERTURA

Carmen Guilherme | há 1 mês

Boa noite. Terminamos por agora a nossa cobertura AO MINUTO das principais notícias sobre a guerra na Ucrânia. Estamos de volta na manhã de quinta-feira com todos os principais acontecimentos do conflito no leste da Europa.

Rússia atacou mais de 1.000 vezes rede elétrica ucraniana

Notícias ao Minuto | há 1 mês

A Rússia disparou mais de mil 'rockets' e mísseis contra a rede elétrica da Ucrânia, segundo avançou fonte da companhia de eletricidade Ukrenergo à agência de notícias Interfax Ucrânia, citada pela Reuters. 

"Estes ataques representam o maior golpe para uma rede elétrica que a humanidade já viu. Mais de 1.000 'rockets' e foguetes foram disparados contra instalações e linhas elétricas, incluindo subestações", disse Volodymyr Kudrytsky, presidente da Ukrenergo, citado pela Reuters.

De acordo com o responsável, trataram-se de um total de oito ondas de ataques aéreos russos contra infraestruturas críticas, que danificaram seriamente a rede elétrica e levaram a interrupções de emergência, além das planeadas, em todo o país.

Rússia atacou mais de 1.000 vezes rede elétrica ucraniana

Oito ondas de ataques aéreos russos contra infraestruturas críticas acabaram por danificar a rede elétrica do país.

Notícias ao Minuto com Lusa | 00:16 - 08/12/2022

Nevão pinta Kyiv de branco, numa altura em que inverno preocupa

Notícias ao Minuto | há 1 mês

Um intenso nevão deixou Kyiv, a capital da Ucrânia, coberta de branco, esta quarta-feira.

Note-se que as autoridades ucranianas têm alertado para as dificuldades deste inverno, com a Rússia a usar a estação "como parte do seu terror", como disse, no fim de semana, o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, numa referência aos constantes ataques contra as infraestruturas essenciais do país.

Veja as imagens na fotogaleria abaixo.

Nevão pinta Kyiv de branco, numa altura em que inverno preocupa

Rússia continua a atacar as infraestruturas essenciais da Ucrânia e o frio começa a intensificar-se.

Notícias ao Minuto | 23:38 - 07/12/2022

PJ identificou autor das cartas à embaixada ucraniana em Lisboa

Notícias ao Minuto | há 1 mês

PJ identificou autor das cartas à embaixada ucraniana em Lisboa

Os envelopes continham vestígios de sangue animal, à semelhança das cartas detetadas noutras embaixadas pela Europa.

Notícias ao Minuto | 21:01 - 07/12/2022

Rússia estará à espera que Irão reabasteça exército com drones e mísseis

Notícias ao Minuto | há 1 mês

Moscovo espera que o Irão reabasteça as forças armadas russas, com drones e mísseis, para a guerra na Ucrânia, avança a Associated Press, que cita duas fontes norte-americanas familiarizadas com o assunto.

Segundo uma das fontes, do Conselho Nacional de Segurança dos Estados Unidos, Washington tem uma preocupação crescente de que a Rússia possa tentar adquirir armas convencionais avançadas do Irão, em particular mísseis superfície-superfície (SSM, na sigla em inglês).

Já um diplomata da ONU disse que o Irão tem planos para vender à Rússia centenas de mísseis e drones, violando uma resolução do Conselho de Segurança de 2015.

Quatro polícias mortos em Kherson

Carmen Guilherme | há 1 mês

Segundo Zelensky, também na região de Kherson quatro polícias morreram, devido a minas russas, "durante medidas de estabilização", e outros quatro estão a lutar pela vida.

"As forças policiais juntamente com todas as forças de Defesa do nosso estado estão agora na linha de frente. E com todos eles protegem os ucranianos, e com todos eles sofrem perdas... Os meus pêsames", notou.

Leia mais aqui.

Sobe para 10 o número de mortos em Kurakhov

Carmen Guilherme | há 1 mês

Subiu para dez o número de mortos na sequência de um bombardeamento russo, esta quarta-feira, na cidade de Kurakhove, na região ucraniana de Donetsk, de acordo com a informação avançada pelo presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky. O último balanço apontava para oito mortos e vários feridos.

"Na região de Donetsk - hoje o exército russo realizou um ataque muito brutal e absolutamente deliberado em Kurakhove. Precisamente em civis. Em pessoas comuns. No mercado, elevador, posto de gasolina, paragem rodoviária, prédio residencial. A lista dos mortos até agora inclui dez pessoas, há muitos feridos", adiantou o chefe de estado ucraniano, no seu habitual discurso diário, apresentado as suas "condolências" aos parentes e amigos das vítimas.

"O apocalipse pode acontecer" em Kyiv, alerta autarca

Notícias ao Minuto | há 1 mês

O autarca de Kyiv, Vitali Klitschko, alertou, para um cenário de "apocalipse" na capital ucraniana, caso a Rússia continue a danificar as infraestruturas essenciais do país.

"Kyiv pode perder energia, água e aquecimento. O apocalipse pode acontecer, como nos filmes de Hollywood, quando não for possível viver nas casas devido à baixa temperatura", disse o autarca, citado pela Sky News.

Segundo o responsável, até ao momento, não há necessidade de evacuar as residências, contudo, as pessoas devem estar preparadas para esta hipótese.

Leia mais aqui.

Alto-Comissário da ONU pede que sofrimento não seja novo normal

Lusa | há 1 mês

O Alto-Comissário das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Volker Türk, defendeu hoje em Kyiv que o sofrimento em que estão milhões de civis em toda a Ucrânia "não pode tornar-se o novo normal".

Ucrânia. Alto-Comissário da ONU pede que sofrimento não seja novo normal

O Alto-Comissário das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Volker Türk, defendeu hoje em Kiev que o sofrimento em que estão milhões de civis em toda a Ucrânia "não pode tornar-se o novo normal".

Lusa | 19:00 - 07/12/2022

UE quer mais sanções e impedir a Rússia de ter acesso a 'drones'

Lusa | há 1 mês

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, propôs hoje juntar quase 200 indivíduos e entidades adicionais à lista de sanções da União Europeia (UE) contra Moscovo, bem como impedir o acesso das forças russas a 'drones'.

"Os oito pacotes de sanções adotados até agora já estão a causar danos (à Rússia). Mas hoje aumentámos a pressão", disse Von der Leyen, num comunicado, referindo-se ao nono pacote de medidas contra Moscovo, que ainda precisa de ser aprovado por unanimidade pelos 27 países-membros da UE.


  

Padre condenado a 12 anos de prisão por dar informações à Rússia

Notícias ao Minuto | há 1 mês

Um padre ortodoxo foi condenado, esta quarta-feira, a 12 anos de prisão, por ceder informações sobre posições de defesa ucranianas à Rússia. A informação foi dada pelo gabinete do procurador-geral ucraniano, através de um comunicado divulgado no Telegram. 

 De acordo com a informação divulgada nas redes sociais e citada pelo The Guardian, ficou provado que o padre, da igreja de Lysychansk, "ajudou os grupos armados russos durante as hostilidades contra o exército ucraniano", algo que vinha a acontecer desde abril.

Putin refere-se a Pedro, o Grande, e Podolyak atira: "Máscaras caíram"

Carmen Guilherme | há 1 mês

O principal conselheiro presidencial da Ucrânia, Mykhaylo Podolyak, afirmou, esta quarta-feira, que as "máscaras" da Rússia caíram, numa referência aos argumentos usados por Moscovo para justificar a invasão à Ucrânia.

Este comentário de Podolyak foi feito depois de o presidente da Rússia, Vladmimir Putin, fazer uma referência a Pedro I, apelidado de Pedro, o Grande, czar que criou o Império Russo, num discurso esta quarta-feira.

"As máscaras caíram. Esqueçam as 'provocações da NATO', 'desnazificação' e outros casus belli [ocasiões para a guerra] esquecidos. Putin confirmou o óbvio: A Federação da Rússia está a travar uma guerra de agressão do tipo genocida para conquistar novos territórios, porque Pedro, o Grande, ordenou isso. Alguém mais quer um 'acordo'?", escreveu o conselheiro do presidente da Ucrânia no Twitter.

"Risco de guerra nuclear está a aumentar", diz Putin

Notícias ao Minuto | há 1 mês

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, afirmou, esta quarta-feira, que o "risco de guerra nuclear está a aumentar no mundo", durante uma reunião do Conselho de Direitos Humanos.

Putin admite usar armas nucleares mas só em resposta a ataque inimigo

O Presidente russo, Vladimir Putin, admitiu hoje que poderá utilizar armas nucleares, mas só "em resposta" a um eventual ataque inimigo desse tipo ao território da Rússia.

Lusa | 17:28 - 07/12/2022

Putin acusa ONU, outras organizações e 'media' de preconceito antirrusso

Lusa | há 1 mês

O Presidente russo, Vladimir Putin, acusou hoje a ONU e outras organizações internacionais, bem como os meios de comunicação ocidentais, de terem uma atitude tendenciosa antirrussa em relação à ofensiva militar na Ucrânia.

Putin acusa ONU, outras organizações e 'media' de preconceito antirrusso

O Presidente russo, Vladimir Putin, acusou hoje a ONU e outras organizações internacionais, bem como os meios de comunicação ocidentais, de terem uma atitude tendenciosa antirrussa em relação à ofensiva militar na Ucrânia.

Lusa | 16:17 - 07/12/2022

"Rússia está a tentar congelar o conflito", diz Stoltenberg

Notícias ao Minuto | há 1 mês

O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, enfatizou esta quarta-feira a importância do apoio contínuo dos Aliados da à Ucrânia enquanto enfrenta a guerra.

“A Rússia está a tentar congelar o conflito para reagrupar e lançar uma ofensiva maior mais tarde, porque a Ucrânia agora tem o ímpeto", avançou Stoltenberg, reiterando que a Ucrânia decidirá sobre o momento e o conteúdo de qualquer negociação com a Rússia.

“Quanto mais queremos uma solução pacífica, mais urgente é fornecer apoio militar à Ucrânia”, referiu ainda.

Analistas russos veem 'mão' dos EUA em ataques de 'drones' ucranianos

Notícias ao Minuto | há 1 mês

Os ataques dos últimos dias de 'drones' ucranianos contra alvos no interior da Rússia são desvalorizados por influentes comentadores russos, alguns dos quais apontam para 'mão' norte-americana na ofensiva.

No programa "Grande Jogo", transmitido na noite de terça-feira pelo Primeiro Canal (estatal), Alexei Leonkov, perito militar e redator da revista Arsenal da Pátria, afirmou que os 'drones' [aeronaves não-tripuladas] usados pelas forças militares da Ucrânia "foram concebidos no tempo da União Soviética, como exploradores do campo inimigo, tendo agora sido convertidos em mísseis de médio alcance".

Segundo o mesmo especialista, as ações empreendidas pelos ucranianos, ontem e segunda-feira, "destinam-se a desviar a atenção da frente da batalha e a arrastar a comunicação social para acontecimentos secundários que não influenciam o curso da guerra".

Portugal apoia refugiados na Polónia com 30 milhões de euros

Notícias ao Minuto | há 1 mês

O Governo português aprovou esta quarta-feira, em Conselho de Ministros, um apoio de 30 milhões de euros para ajuda humanitária aos refugiados ucranianos que se encontram na Polónia, o país que recebeu mais pessoas que fogem da guerra na Ucrânia.

O apoio constitui parte do que tinha sido prometido, em maio, pelo primeiro-ministro, António Costa, durante uma deslocação a Varsóvia, na qual visitou o estádio nacional da capital polaca, onde foi instalado um centro de acolhimento de refugiados.

Tesla na Alemanha? Pacotes recebidos nas embaixadas com "mesmo remetente"

Notícias ao Minuto | há 1 mês

Os pacotes suspeitos enviados para as embaixadas ucranianas em vários países tinham todos o endereço de um concessionário de carros da Tesla na Alemanha, avançou na quarta-feira o ministro dos negócios estrangeiros ucraniano, Dmytro Kuleba.

Numa publicação no Facebook, Kuleba referiu ainda que foram todos enviados de postos sem câmaras de videovigilância.

Rússia vai defende-se "com todos os meios", avisa Putin

Notícias ao Minuto | há 1 mês

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, afirmou, esta quarta-feira, que a Rússia se defenderá "com todos os meios à sua disposição".

Esta posição, segundo cita o The Guardian, foi dada a conhecer durante uma reunião do Conselho para o Desenvolvimento da Sociedade Civil e dos Direitos Humanos, que foi transmitida na televisão, e na qual Putin falou numa "luta" contra o Ocidente pelos "interesses nacionais" do país.

Putin avisa: Rússia irá defender-se "com todos os meios à sua disposição"

Presidente russo aponta críticas ao Ocidente e deixa aviso.

Carmen Guilherme | 15:41 - 07/12/2022

Oito mortos em ataque na cidade de Kurakhove, na Ucrânia

Notícias ao Minuto | há 1 mês

Oito pessoas morreram esta quarta-feira depois de um ataque na cidade ucraniana de Kurakhove.

De acordo com Kyrylo Tymoshenko, do gabinete presencial de Zelensky, citado pela Sky News, um mercado, uma estação de autocarros, postos de abastecimento de combustível e edifícios residenciais incendiaram-se depois do ataque.

 

Forças russas mataram pelo menos 441 civis nas primeiras semanas

Notícias ao Minuto | há 1 mês

Pelo menos 441 civis foram mortos pelas forças russas durante as primeiras semanas de guerra, avançou um relatório do Gabinete do Alto Comissário das Nações Unidas para os Direitos Humanos (OHCHR).

Segundo o documentou, os ataques atingiram dezenas de cidades em três regiões e o número real de vítimas nas regiões de Kiev, Chernihiv e Sumy provavelmente será muito maior.

O relatório cobriu o início da invasão de Moscovo a 24 de fevereiro até o início de abril e reuniu evidências de 102 cidades e vilas na Ucrânia.

"Os atos em questão foram cometidos pelas forças armadas russas no controlo dessas áreas e causaram a morte de 441 civis (341 homens, 72 mulheres, 20 meninos e 8 meninas)", revelou o relatório.
 
 

 

Volodymyr Zelensky eleito 'Personalidade do Ano' pela revista TIME

Márcia Guímaro Rodrigues | há 1 mês

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, foi eleito 'Personalidade do Ano' pela conceituada revista TIME, segundo foi, esta quarta-feira, anunciado. A notícia surge dias após o chefe de Estado ucraniano ter recebido o mesmo título pelo jornal Financial Times

Choque entre camião militar e autocarro faz 16 mortos em Donetsk

Notícias ao Minuto | há 1 mês

Dezasseis pessoas morreram, entre elas soldados, e três ficaram feridas esta quarta-feira num acidente entre um autocarro e um camião militar numa autoestrada na região de Donetsk, na Ucrânia, ocupada pelas forças russas.

Os serviços de emergência russa, citados pela TASS, avançaram que o camião militar transportava soldados, e um dos mortos é o camionista. Os três feridos foram transportados ao hospital.

 

 

Rússia estende posições defensivas na fronteira com a Ucrânia

Notícias ao Minuto | há 1 mês

O Ministério da Defesa do Reino Unido avançou, esta quarta-feira, que a Rússia começou a "estender posições defensivas" ao longo de Belgorod, cidade fronteiriça junto à Ucrânia

No 'briefing' diário, o ministério referiu, citado pela Sky News, que as autoridades russas podem estar a reforçar a defesa para aumentar o patriotismo dentro da Rússia.

O governador de Belgorod anunciou também que estava a estabelecer unidades de autodefesa locais.

Ucrânia contabiliza mais de 92 mil soldados russos mortos na guerra

Notícias ao Minuto | há 1 mês

O Ministério da Defesa da Ucrânia avançou, esta quarta-feira, que 92.740 soldados russos já foram mortos na guerra.

Segundo a entidade, citada pela Sky News,  foram ainda destruídos 2.935 tanques e 5.909 veículos de combate blindados do lado inimigo.

Kremlin nega uma segunda mobilização

Notícias ao Minuto | há 1 mês

O Kremlin respondeu esta quarta-feira diretamente aos rumores da oposição russa e dos canais pró-guerra do Telegram de que está planear uma segunda mobilização. 

O secretário de imprensa Dmitry Peskov, citado pela Sky News, pediu ainda aos russos que confiem nas comunicações do Ministério da Defesa da Rússia e do presidente e ignorem as "mensagens provocativas" publicadas nas redes sociais.

Em setembro, o  presidente russo ordenou uma mobilização parcial de 300 mil reservistas para lutar na Ucrânia. Agora, havia rumores de que haveria uma nova onda de mobilização no início do próximo ano.

Ucrânia define duas condições para avançar com negociações de paz

Notícias ao Minuto | há 1 mês

O ministro das Relações Exteriores da Ucrânia, Dmytro Kuleba, avançou que há duas condições a Rússia abandonar os planos de invasão e retirar suas tropas do solo ucraniano.

Em declarações ao canal de notícias indiano NDTV, Kuleba referiu, citado pela Sky News, que "para acabar com a guerra na Ucrânia, duas coisas precisariam de ser feitas". A primeira - "a opinião no Kremlin precisa de ser mudada, e as potências como a Índia podem ajudar a facilitar isso". "Moscovo tem que abandonar os planos de guerra e mudar da guerra para uma linha de pensamento pacífica", acrescentou.

"Segundo, a Rússia deve retirar as forças de todo o território da Ucrânia", apontou, acrescentando que seriam os pontos de partida que tornariam possíveis as negociações de paz. 

Ucrânia recupera corpos de 49 soldados

Notícias ao Minuto | há 1 mês

Os corpos de 49 soldados foram devolvidos à Ucrânia, avançou o Ministério para a Reintegração de Territórios Ocupados Temporariamente esta quarta-feira.

Ao todo, 827 corpos de militares já foram recuperados desde que Oleh Konteko, comissário ucraniano para pessoas desaparecidas em circunstâncias especiais, começou os trabalhos.

"Atualmente, estamos a fazer o possível para devolver os corpos dos defensores", referiu Kotenko, acrescentando que o processo está "em andamento para descobrir os locais onde os combatentes mortos estão."

A Ucrânia tem negociado trocas de corpos de soldados com a Rússia. Como parte da operação de troca, 62 corpos foram devolvidos à Ucrânia em outubro. 

BERD gastará 1.500 milhões até fim do ano

Notícias ao Minuto | há 1 mês

O Banco Europeu para a Reconstrução e Desenvolvimento gastará até ao final do ano metade dos 3.000 milhões de euros reservados à Ucrânia até 2023, sobretudo em despesas imediatas associadas à compra de gás e reparações na rede elétrica.

Desde o início da guerra na Ucrânia, desencadeada pela Rússia em fevereiro passado, o Banco Europeu para a Reconstrução e Desenvolvimento (BERD) gastou 1.100 milhões de euros, mas até ao final da semana deverá chegar aos 1.500 milhões de euros, revelou o diretor para a Europa do Leste e o Cáucaso, Matteo Patrone, restando outros 1.500 milhões de euros para 2023.

Em fase de aplicação estão apoios para reparações de emergência na companhia estatal de eletricidade UkrEnergo e a compra de gás para a distribuidora Naftogaz, além de "ajuda de liquidez" às cidades de Lviv e Dnipro, segundo avançou o representante.  

EUA aprovam venda de 116 tanques de guerra adicionais à Polónia

Notícias ao Minuto | há 1 mês

Os EUA aprovaram a venda à Polónia de 116 tanques de guerra Abrams adicionais e outros armamentos pesados, por um total de 3.750 milhões de dólares (cerca de 3.600 milhões de euros), divulgou esta terça-feira o Departamento de Estado.

Polónia pretende adquirir 116 tanques Abrams na sua versão modernizada (M1A1), 12 viaturas de salvamento M88A2 Hercules, oito pontes de assalto móveis M1110 capazes de transportar tanques através de rios, cerca de cinquenta viaturas ligeiras e armas ligeiras e respetivas munições, referiu a diplomacia norte-americana em comunicado.

Esta venda de equipamentos sensíveis teve que ser previamente aprovada pelo Governo dos EUA, e o Congresso foi informado, explicou ainda o Departamento de Estado.

Zaporizhzhia sofre ataques russos durante a noite

Notícias ao Minuto | há 1 mês

O governador regional de Zaporizhzhia, Oleksandr Starukh, avançou, no Telegram, que a Rússia lançou ataques com drones e  mísseis em duas aldeias durante a noite, ferindo três pessoas, entre elas uma menina de 15 anos.

Pelo menos três casas foram destruídas e quase duas dezenas ficaram danificadas. 

Para recordar

Notícias ao Minuto | há 1 mês
  • O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, reafirmou a sua recusa em assinar um acordo de paz com a Rússia, alegando que o líder russo, Vladimir Putin, acabará por não cumprir com o compromisso, citando um exemplo de 1994.
  • A Procuradoria-Geral da Ucrânia anunciou que desde que a guerra começou no país morreram, pelo menos, 443 crianças e outras 853 ficaram feridas.
  • Pelo menos seis civis morreram e outros 10 ficaram feridos num ataque com mísseis ucranianos contra a cidade de Donetsk, no leste da Ucrânia e controlada pelos separatistas russófonos desde 2014, indicaram, esta terça-feira as autoridades locais.
  • As sirenes voltaram a soar na região de Dnipro, Zaporíjia Odessa e Mykolaiv.depois de várias explosões serem registadas.
  • O representante da Rússia nas Nações Unidas, Vasily Nebenzya, abandonou uma reunião extraordinária do Conselho de Segurança da ONU, durante a intervenção do homólogo ucraniano, Sergiy Kyslytsya.

Início de acompanhamento

Notícias ao Minuto | há 1 mês

Bom dia. Iniciamos na manhã desta quarta-feira um novo registo AO MINUTO sobre as principais notícias da guerra na Ucrânia. Pode recordar a cobertura de segunda-feira aqui.

 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório