Meteorologia

  • 06 FEVEREIRO 2023
Tempo
16º
MIN 6º MÁX 17º

Central de Zaporíjia. Acordo entre Rússia e Ucrânia até ao final do ano?

O diretor-geral de AIEA, Rafael Grossi, afirma não descartar a possibilidade de se reunir com os presidentes da Ucrânia e da Rússia, Volodymyr Zelensky e Vladimir Putin, respetivamente, para resolver a situação.

Central de Zaporíjia. Acordo entre Rússia e Ucrânia até ao final do ano?
Notícias ao Minuto

10:31 - 02/12/22 por Notícias ao Minuto com Lusa

Mundo Guerra na Ucrânia

A Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA) espera chegar a um acordo com a Rússia e a Ucrânia para criar uma zona de segurança na central nuclear de Zaporíjia até ao final do ano.

A intenção foi anunciada pelo diretor-geral de AIEA, Rafael Grossi, numa entrevista ao jornal italiano La Repubblica, publicada esta sexta-feira.

"O meu compromisso é chegar a uma solução o mais depressa possível. Espero que até o final do ano", disse, acrescentando que não irá descartar a possibilidade de se reunir com os presidentes da Ucrânia e da Rússia, Volodymyr Zelensky e Vladimir Putin, respetivamente.

"O nosso objetivo é evitar um acidente nuclear, não criar uma situação militar que favoreça uma das partes ou a outra", referiu ainda Grossi.

Recorde-se que, há cerca de uma semana, a Ucrânia confirmou à AIEA que as suas quatro centrais nucleares conseguiram voltar a ligar-se à rede geral após a vaga de ataques russos que provocou até um "grande apagão" na vizinha Moldova.

Num comunicado, a agência destacou que a central nuclear de Zaporíjia informou na quinta-feira que a ligação externa da instalação havia sido restabelecida.

As quatro centrais nucleares da Ucrânia - Zaporíjia, Rivne, sul da Ucrânia e Khmelnitsky - foram desconectadas da rede elétrica, na sequência de uma onda de bombardeamentos lançados na quarta-feira pelas Forças Armadas Russas, segundo a operadora ucraniana, Energoatom.

A Energoatom alertou que a instalação de Zaporíjia estava a funcionar com geradores a diesel.

Leia Também: Sistema de distribuição de eletricidade quase reposto na Moldova

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório