Meteorologia

  • 31 JANEIRO 2023
Tempo
MIN 4º MÁX 14º

Ida ao Qatar? Viagem de filho de Bolsonaro é "de caráter particular"

Fotografia de Eduardo Bolsonaro a assistir ao Mundial'2022 no Qatar gerou polémica, sobretudo entre os apoiantes do seu pai. Deputado federal explicou que viajou para entregar 'pen drives' a explicar a situação do Brasil e agora a Câmara diz que a viagem é particular e não acarreta custos públicos.

Ida ao Qatar? Viagem de filho de Bolsonaro é "de caráter particular"
Notícias ao Minuto

10:09 - 30/11/22 por Notícias ao Minuto com Lusa

Mundo Brasil

A Câmara dos Deputados do Brasil veio esclarecer que Eduardo Bolsonaro, filho do presidente brasileiro em exercício, se deslocou para o Qatar numa viagem pessoal e sem custos para o Congresso, já depois de o deputado federal vir comentar a polémica que o envolve. 

"O deputado Eduardo Bolsonaro informou, no dia 23 de novembro, à Presidência da Câmara dos Deputados que ficará ausente do país entre os dias 23 de novembro e 5 de dezembro, quando estará em viagem de caráter particular ao Médio Oriente. Não há ónus para a Casa", disse a Câmara dos Deputados, citada pelo site G1.

Recorde-se que a viagem do filho de Jair Bolsonaro gerou uma onda de polémica. As páginas nas redes sociais de Eduardo Bolsonaro foram inundadas por protestos após uma fotografia mostrar a sua presença, sorridente, com a sua mulher, no estádio a assistir ao jogo do Mundial entre o Brasil e a Suíça.

A maioria dos críticos são, aparentemente, apoiantes de Jair Bolsonaro, e, muitos deles, manifestantes que continuam acampados à frente de quartéis-generais apelando às forças armadas que façam um golpe de Estado para inverter a vitória de Lula da Silva nas eleições presidenciais de 30 de outubro.

Eduardo Bolsonaro veio rapidamente justificar-se, dizendo que tinha ido ao Qatar entregar 'pen drives' para mostrar ao mundo "a situação do Brasil".

"Nesses 'pen drives' aqui têm vídeos, em inglês, explicando a situação do Brasil. Eu espero que você não creia que aqui no Qatar só se fala em copa do mundo", justificou-se Eduardo Bolsonaro, num vídeo publicado na terça-feira.

"Só para lembrar para você que a FIFA tem mais membros do que as Nações Unidas. A imprensa inteira está aqui. É por isso que a esquerda faz tanto esforço e até projeto de lei para criminalizar quem fale algumas verdades na cara", acrescentou.

"Pensa um pouquinho sobre isso, está? Antes de bater palma porque eu apareci no Jornal Nacional, beleza? Um abraço a vocês. Fiquem com Deus", rematou.

Leia Também: Mourão diz que Bolsonaro 'está triste' e não participa na transição

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório