Meteorologia

  • 30 JANEIRO 2023
Tempo
MIN 3º MÁX 12º

Mais de 50 países assinam declaração contra violência sexual em conflitos

Mais de 50 países e a ONU assinaram uma declaração contra a violência sexual em cenários de conflito após uma conferência de dois dias sobre o tema em Londres organizada pelo Governo britânico. 

Mais de 50 países assinam declaração contra violência sexual em conflitos
Notícias ao Minuto

17:36 - 29/11/22 por Lusa

Mundo Conflitos

Segundo o Ministério dos Negócios Estrangeiros britânico, cerca de 40 países, incluindo a Colômbia, Bósnia & Herzegovina e Japão, foram mais longe e comprometeram-se a tomar medidas práticas para combater estes crimes.

Em geral, os países participantes na conferência concordaram em abordar fatores que estão na origem da violência sexual, como a desigualdade de género, tentar eliminar o estigma enfrentado pelas vítimas e garantir legislação que permita perseguir os responsáveis. 

"Ao assinar esta declaração, fica claro que a violência sexual em conflito é uma linha que nunca deve ser ultrapassada. Agora é o momento de tomar medidas reais a nível mundial para pôr fim a este crime horrendo", afirmou o chefe da diplomacia britânica, James Cleverly, citado num comunicado.

A conferência marcou o 10.º aniversário do lançamento da Iniciativa de Prevenção da Violência Sexual em Conflitos do então ministro dos Negócios Estrangeiros William Hague com Angelina Jolie, na altura Enviada Especial do Alto Comissário das Nações Unidas para os Refugiados, António Guterres. 

Leia Também: Primeiro carregamento de fertilizantes russos partiu para Moçambique

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório