Meteorologia

  • 07 DEZEMBRO 2022
Tempo
13º
MIN 10º MÁX 15º

Parlamento Europeu recebe marreta "ensanguentada" do Grupo Wagner

Um vídeo colocado no Telegram mostra um advogado a carregar um estojo de violino para uma sala vazia e colocá-lo sobre uma mesa.

Parlamento Europeu recebe marreta "ensanguentada" do Grupo Wagner

Os mercenários do Grupo Wagner, da Rússia, enviaram uma marreta "ensanguentada" numa caixa de violino ao Parlamento Europeu depois de membros da Assembleia terem iniciado procedimentos para os rotular como "terroristas".

Num vídeo colocado no Telegram, um advogado do Grupo Wagner carrega um estojo de violino para uma sala vazia e coloca-o sobre uma mesa. Levanta a tampa e exibe uma marreta com tinta vermelha, a simular sangue, e com o logotipo do grupo.

As marretas tornaram-se um símbolo não oficial do grupo ligado ao Kremlin, porque os seus combatentes as usaram para matar durante missões no estrangeiro.

Isto acontece no dia em que em Estrasburgo se iniciaram os procedimentos para classificar o grupo como uma organização terrorista.

Segundo o The Telegraph, numa declaração, Yevgeny Prigozhin, o fundador do Grupo Wagner, intitulado de “o cozinheiro de Putin”, disse que marreta seria enviada para Estrasburgo como “informação” para os eurodeputados do Parlamento Europeu, dizendo-se dececionado pelo facto de o grupo poder ser considerada uma organização terrorista. 

Leia Também: Rússia terá gasto um quarto do orçamento anual na guerra na Ucrânia

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório