Meteorologia

  • 01 DEZEMBRO 2022
Tempo
14º
MIN 10º MÁX 15º

Teerão rejeita "credibilidade moral" internacional sobre protestos

Teerão acusou hoje os países ocidentais de "falta de credibilidade moral", referindo-se aos Estados que pedem à ONU uma investigação internacional sobre a sangrenta repressão contra os protestos no Irão.

Teerão rejeita "credibilidade moral" internacional sobre protestos
Notícias ao Minuto

11:50 - 24/11/22 por Lusa

Mundo Irão

"Os direitos do povo iraniano têm sido amplamente violados pelos chamados campeões dos direitos humanos devido à imposição de sanções unilaterais pelo regime norte-americano e à implementação destas sanções cruéis por países europeus, especialmente pela Alemanha, o Reino Unido e pela França", disse Khadijeh Karimi, representante de Teerão na reunião de urgência do Conselho dos Direitos Humanos, em Genebra.

O conselho de 47 estados-membros foi convocado para analisar uma proposta, apresentada pela Alemanha e Islândia e apoiada por dezenas de outros países, no sentido da criação de uma equipa de investigadores independentes para monitorizarem os direitos humanos no Irão numa altura em que se agrava a repressão contra os protestos.

As manifestações foram desencadeados pela morte, há mais de dois meses, de Mahsa Amini, 22 anos, que morreu sob a custódia da polícia por violar o código sobre o vestuário islâmico, obrigatório no país.

A sessão que decorre em Genebra é o mais recente esforço internacional no sentido de pressionar o Irão sobre a repressão, que já levou a sanções internacionais, entre outras medidas.

Leia Também: Alto-comissário da ONU pede a Teerão que acabe com força desproporcional

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório