Meteorologia

  • 04 DEZEMBRO 2022
Tempo
13º
MIN 8º MÁX 14º

Ex-chanceler alemã Merkel ganha prémio da ONU por proteção de refugiados

Vai receber o Prémio Nansen de Refugiados do ACNUR 2022, por proteger refugiados no auge da crise na Síria.

Ex-chanceler alemã Merkel ganha prémio da ONU por proteção de refugiados
Notícias ao Minuto

10:56 - 04/10/22 por Notícias ao Minuto

Mundo Refugiados

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), anunciou, esta terça-feira, que a Angela Merkel, ex-chanceler alemã, receberá o Prémio Nansen de Refugiados do ACNUR 2022.

A cada ano, o prémio – batizado em homenagem ao explorador, cientista, diplomata e humanitário norueguês Fridtjof Nansen – é concedido a um indivíduo, grupo ou organização que superou o dever de proteger refugiados, deslocados internos ou apátridas.

"Sob a liderança da então chanceler federal Merkel, a Alemanha recebeu mais de 1,2 milhões de refugiados e requerentes de asilo em 2015 e 2016 – no auge do conflito na Síria e durante a violência mortal noutros lugares",  pode ler-se no comunicado do ACNUR.

O alto comissário do ACNUR, Filippo Grandi, destacou que Merkel agiu com "grande moralidade" e mostrou "coragem política" ao permitir a entrada de pessoas, principalmente do Médio Oriente, na Alemanha, num contexto marcado por conflitos como o da Síria.

A agência lembra que a alemã apelou a um "imperativo humanitário" e para que fosse rejeitado o nacionalismo divisivo a favor do fecho de fronteiras ou pelo menos limitar ao mínimo o fluxo migratório que chegou principalmente à Europa central pela rota dos Balcãs.

"Foi uma verdadeira liderança, apelando à nossa humanidade comum, mantendo-se firme contra aqueles que pregavam o medo e a discriminação. Mostrou o que pode ser alcançado quando os políticos tomam o curso de ação certo e trabalham para encontrar soluções para os desafios do mundo, em vez de simplesmente transferir a responsabilidade para os outros", assinalou também Gradi, como se pode ler também.

O prémio será entregue a Angela Merkel numa cerimónia em Genebra, que terá lugar a 10 de outubro.

Este ano marca um século desde que Fridtjof Nansen – o primeiro Alto Comissário para os Refugiados – recebeu o Prémio Nobel da Paz de 1922 pelos esforços para repatriar prisioneiros de guerra e proteger milhões de refugiados deslocados por conflitos, revoluções.

[Notícia atualizada às 11h13]

Leia Também: As frases marcantes de Olaf Scholz no primeiro ano como chanceler alemão

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório