Meteorologia

  • 01 DEZEMBRO 2022
Tempo
11º
MIN 10º MÁX 15º

AO MINUTO: Reconquista da Crimeia "inevitável"; Cidade de Zelensky visada

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a guerra na Ucrânia.

AO MINUTO: Reconquista da Crimeia "inevitável"; Cidade de Zelensky visada
Notícias ao Minuto

07:21 - 02/10/22 por Notícias ao Minuto

Ao Minuto Mundo Guerra na Ucrânia

Este sábado ficou marcado pela reconquista ucraniana de Lyman, uma das cidades que estava sob controlo russo na região separatista de Donetsk. Esta é a maior conquista para o país invadido desde que retomou Kharkiv e permitirá ainda um avanço em direção a Lugansk. Mas por que Lyman é tão importante? Perceba aqui

Também ontem, e no rescaldo desta conquista, o líder da República russa da Chechénia, Ramzan Kadyrov, defendeu o recurso a "armas nucleares de baixa potência" por parte da Rússia, para reforçar os esforços de invasão da Ucrânia. "Na minha opinião, medidas mais drásticas devem ser tomadas, incluindo a declaração de lei marcial nas áreas de fronteira e o uso de armas nucleares de baixa potência", disse.

Já o ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, conversou com o secretário-geral da NATO, Jens Sotltenberg, sobre os detalhes do pedido de adesão do país à organização.

Fim de cobertura

Ema Gil Pires | há 1 mês

Boa noite. Encerramos aqui mais um acompanhamento AO MINUTO da guerra na Ucrânia. Abriremos um novo registo na manhã de segunda-feira. Obrigada por ter estado desse lado.

Ataque a infraestruturas? NATO promete à Rússia resposta "firme e unida"

Teresa Banha | há 1 mês

O secretário-geral da Organização do Tratado Atlântico Norte (NATO, na sigla inglesa), Jens Stoltenberg, alertou, este domingo, o presidente da Rússia que haverá uma resposta "firme e unida" em caso de um ataque a infraestruturas críticas dos países-membros.

Ataque a infraestruturas? NATO promete à Rússia resposta "firme e unida"

O secretário-geral da Organização do Tratado Atlântico Norte (NATO, na sigla inglesa), Jens Stoltenberg, alertou, este domingo, o presidente da Rússia que haverá uma resposta "firme e unida" em caso de um ataque a infraestruturas críticas dos países-membros.

Lusa | 22:34 - 02/10/2022

Secretário da Defesa dos EUA diz que Ucrânia "está a fazer progressos"

Teresa Banha | há 1 mês

O secretário da Defesa dos Estados Unidos disse, este domingo, que acredita que a Ucrânia está "fazer progressos" na guerra.

"Aquilo a que estamos a assistir agora é uma mudança de dinâmica no campo de batalha. Eles estiveram muito bem na região de Kharkiv, e avançaram para novas oportunidades. O combate em Kherson está mais lento, mas eles estão a fazer progressos", afirmou Lloyd Austin numa entrevista à CNN.

O responsável norte-americano acrescentou que os ucranianos estão a usar a tecologia HIMARS e que o têm feito da "maneira cerca para conduzir ataques a locais estratégicos que estão a incapacitar significativamente a capacidade da Rússia".

"Não está apenas relacionado com o equipamento que se tem. É a forma como se usa o equipamento, como se sincronizam as coisas para criar efeitos no campo de batalha e como se criam as oportunidades", acrescentou.

Reconquista de Lyman é chave para "desocupação" de Lugansk

Ema Gil Pires | há 1 mês

A reconquista da cidade de Lyman trata-se de um fator chave para uma "maior desocupação" da região vizinha de Lugansk, considerou este domingo o governador local, Serhiy Gaidai, aqui citado pela Reuters.

As declarações surgem depois das tropas de Kyiv terem declarado o controlo total de uma cidade que fica localizada numa das quatro regiões dadas como anexadas pela Rússia na sexta-feira - Lugansk, Donetsk, Zaporíjia e Kherson. Em causa está, porém, uma decisão que tem vindo a ser amplamente rejeitada pela comunidade internacional. 

"Inevitável". Ucrânia acredita que pode recuperar a Crimeia

Ema Gil Pires | há 1 mês

A Ucrânia começa a acreditar que tem condições militares para recuperar o território da Crimeia, segundo a informação avançada pela principal representante do presidente do país, Volodymyr Zelensky, na região, reporta o The Guardian.

Embora não existam, até ao momento, evidências que mostrem que as tropas de Kyiv possam estar perto de deter condições para reconquistar a região anexada pela Rússia em 2014, Tamila Tasheva adiantou que tem vindo já a discutir com a sua equipa a logística associada a tal feito.

"Este é o momento X. Neste momento, tudo está a acontecer de forma a que tal pareça inevitável", explicou a mesma fonte. "Pode não acontecer amanhã, mas penso que será muito mais rápido do que pensava há um ano atrás", acrescentou Tasheva.

Alemanha, Dinamarca e Noruega vão entregar 16 obuses eslovacos em 2023

Ema Gil Pires | há 1 mês

A ministra da Defesa alemã, Christine Lambrecht, anunciou hoje que vão ser entregues à Ucrânia, no próximo ano, 16 obuses Zuzana fabricados na Eslováquia.

Os sistemas de artilharia Zuzana serão fabricados na Eslováquia e financiados, em conjunto, pela Dinamarca, Noruega e pela Alemanha, disse a ministra da Defesa ao canal de televisão público ARD, depois de regressar da sua primeira viagem à Ucrânia desde que a Rússia invadiu este país.

Saiba mais aqui.

Rússia ataca cidade natal de Zelensky, reporta a AP

Ema Gil Pires | há 1 mês

A Associated Press está a reportar que um "drone suicida" russo terá atingido a cidade de Kryvyi Rih, no sul da Ucrânia, onde cresceu o presidente do país, Volodymyr Zelensky. O ataque terá ocorrido ao início deste domingo.

A informação foi avançada por Valentyn Reznichenko, governador de Dnipropetrovsk, que adiantou que a investida terá destruído partes de uma escola local.

Rússia ataca cidade natal de Zelensky, reporta a AP

A informação foi avançada por Valentyn Reznichenko, governador de Dnipropetrovsk.

Notícias ao Minuto | 16:40 - 02/10/2022

Dinamarca confirma: Também já foi reparada a fuga no Nord Stream 1

Catarina Correia Rocha | há 1 mês

A fuga de gás no gasoduto Nord Stream 1 já foi reparada. A informação foi, este domingo, avançada pela agência de energia da Dinamarca, que, no Twitter, indicou que a "pressão estável" foi alcançada. "A Nord Stream AG informou à Agência de Energia dinamarquesa que uma pressão estável parece ter sido alcançada nos dois gasodutos Nord Stream 1. Isto indica que já não existe descarga de gás", explica a autoridade dinamarquesa.

"Arma do Apocalipse". NATO lança alerta por movimentações de submarino

Catarina Correia Rocha | há 1 mês

Um relatório da inteligência da NATO lançou o alarme aos Aliados. O submarino nuclear russo Belgorod, que entrou em operação no passado mês de julho, 'mergulhou' nos mares do Ártico, avança o jornal italiano La Repubblica. Teme-se que a missão seja testar, pela primeira vez, o míssil Poseidon, conhecido como "arma do Apocalipse".

Dez estados da NATO dão apoio à entrada da Ucrânia na Aliança

Catarina Correia Rocha | há 1 mês

Mykhailo Podolyak, o conselheiro presidencial da Ucrânia, anunciou este domingo, no Twitter, que após Vodolymyr Zelensky ter, na passada sexta-feira, enviado um pedido formal para o país aderir à NATO, já dez países da Aliança Atlântica demonstraram o seu apoio. Estes são "maioritariamente países que se recordam das garras venenosas do império [russo]". Na mesma mensagem, Podolyak agradeceu ainda a "liderança e responsabilidade" destes, sem nunca os identificar. "Está a ser feita História". 

Recorde-se que a Rússia já apontou a ambição de alargamento da Aliança Atlântica como uma das razões para a invasão à Ucrânia, que teve início a 24 de fevereiro deste ano. Antes do início da guerra, Putin chegou mesmo a exigir que a Ucrânia assinasse garantias de que não iria aderir à organização.

Tribunal Constitucional russo valida anexação de territórios ucranianos

Marta Ferreira | há 1 mês

O Tribunal Constitucional da Rússia validou hoje os tratados de anexação de quatro territórios ucranianos assinados pelo Presidente Vladimir Putin, permitindo que o parlamento (Duma) inicie, na segunda-feira, o processo de alteração da Constituição.

Tribunal Constitucional russo valida anexação de territórios ucranianos

O Tribunal Constitucional da Rússia validou hoje os tratados de anexação de quatro territórios ucranianos assinados pelo Presidente Vladimir Putin, permitindo que o parlamento (Duma) inicie, na segunda-feira, o processo de alteração da Constituição.

Lusa | 13:03 - 02/10/2022

Papa pede a Putin para parar "espiral de violência e morte" na Ucrânia

Catarina Correia Rocha | há 1 mês

O papa Francisco dirigiu-se hoje ao Presidente da Rússia, Vladimir Putin, para pedir que pare a "espiral de violência e morte" na Ucrânia, expressando a sua preocupação com o risco de uma escalada nuclear. "O meu apelo é dirigido sobretudo ao Presidente da Federação Russa, implorando-lhe que pare, também por amor ao seu povo, esta espiral de violência e morte", disse Francisco na celebração do Angelus, na Praça de São Pedro, dirigindo-se pela primeira vez em público a Putin, sem citar o seu nome.

Lyman. Forças ucranianas assumem controlo de cidade em região anexada

Catarina Correia Rocha | há 1 mês

O exército da Ucrânia assumiu o controlo total da cidade de Lyman, na região de Donetsk, anexada pela Rússia, um dia após a retirada das tropas russas, anunciou hoje o Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky. "A partir das 12:30 [10:30 em Lisboa], Lyman está completamente livre [do exército russo]. Obrigado aos nossos militares", disse Zelensky num vídeo colocado nas redes sociais.

"Bem contra o mal". Zelensky e Hamill, 'Star Wars' e a guerra na Ucrânia

Catarina Correia Rocha | há 1 mês

Em declarações à BBC, Mark Hamill o eterno Luke Skywalker -, desvendou um pouco da conversa que manteve com o chefe de Estado ucraniano, Volodymyr Zelensky. As 'comparações' entre a guerra e a saga 'Guerra das Estrelas' foram um dos temas.

"[Zelensky] fez referência aos filmes e não é difícil entender o porquê", disse o ator à jornalista Laura Kuenssberg. "Star Wars sempre foi um 'conto de fadas' para crianças e estes são contos de moralidade do bem contra o mal, onde o bem é claramente definido, o mal está claramente definido, e não é difícil extrapolar para um império do mal - como a Rússia - a invadir uma nação soberana", acrescentou.

Espalhava "informação falsa". Rússia bloqueia plataforma SoundCloud

Catarina Correia Rocha | há 1 mês

A Rússia restringiu, este domingo, o acesso à plataforma SoundCloud, de streaming de músicas e áudios, justificando a decisão acusando-a de espalhar "falsa informação" sobre a "operação especial militar" na Ucrânia. De acordo com a Reuters, que cita a agência Interfax, a "Roskomnadzor [serviço federal para a Supervisão das Comunicações na Rússia] restringiu o acesso ao serviço SoundCloud em ligação à colocação de materiais com informações falsas sobre a natureza da operação militar especial no território da Ucrânia".

Revista polaca 'usa' aquecedor para comparar Putin a Hitler

Catarina Correia Rocha | há 1 mês

A (poderosa) capa da revista polaca wprost está a tornar-se famosa. Nesta, é possível percecionar uma comparação entre Vladimir Putin, presidente da Rússia, e Adolf Hitler, o líder nazi. A ideia central? Um aquecedor.

Na imagem vê-se Putin com um bigode semelhante ao que Hitler usava como 'imagem de marca'. Mas, em vez de um normal bigode, a wprost 'usou' o desenho de um aquecedor na face do líder russo. Isto porque, entenda-se, a 'guerra do gás' tem sido por este usada como trunfo contra o Ocidente.

Blindados que Portugal enviou já estão a operar na Ucrânia

Catarina Correia Rocha | há 1 mês

Os blindados que Portugal enviou para a Ucrânia como parte da ajuda para combater o invasor russo já estão a operar. Mais concretamente, os catorze M113 encaminhados para o país estão ao serviço na região de Kherson. A informação foi revelada no Twitter, pela conta Ukraine Weapons Tracker, que relata as entregas de ajuda e as baixas que o exército ucraniano vai conseguindo impor ao inimigo.

McDonald's reabrem em Kyiv. E as (longas) filas não se fizeram esperar

Catarina Correia Rocha | há 1 mês

Às sete horas da manhã locais - menos duas em Portugal continental - já centenas de moradores da capital ucraniana esperavam para poderem voltar a comer os famosíssimos hambúrgueres norte-americanos. Ontem, o McDonald's reabriu dez restaurantes em Kyiv. 

Notícias ao Minuto McDonald's reabrem em Kyiv. E as (longas) filas não se fizeram esperar© Getty Images

Austrália anuncia sanções contra 28 russos após anexação

Catarina Correia Rocha | há 1 mês

A Austrália anunciou hoje a imposição de novas sanções financeiras e proibições de viagem a 28 russos, incluindo separatistas, ministros e altos funcionários, depois da anexação pela Rússia de quatro regiões ucranianas. A medida é uma resposta à Rússia e a uma "guerra unilateral, ilegal e imoral contra a Ucrânia", segundo o Ministério dos Negócios Estrangeiros australiano.

Ministra alemã da Defesa fez visita surpresa à Ucrânia

Catarina Correia Rocha | há 1 mês

A ministra alemã da Defesa, Christine Lambrecht, fez este sábado uma visita surpresa à Ucrânia, a primeira desde o início da invasão russa, num momento em que Kyiv exige insistentemente que Berlim entregue tanques de combate. Lambrecht viajou para a cidade portuária de Odessa, no sul da Ucrânia, disse o Ministério da Defesa da Alemanha, em comunicado, e reuniu-se como o seu homólogo ucraniano, Oleksiï Reznikov.

Kuleba discutiu com secretário-geral da NATO detalhes da adesão ucraniana

Catarina Correia Rocha | há 1 mês

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, conversou ontem com o secretário-geral da NATO, Jens Sotltenberg, sobre os detalhes do pedido de adesão do país àquela organização, revelou o governante. "Desde o diálogo com o presidente Volodymyr Zelensky, tive uma conversa telefónica com Jens Stoltenberg para o informar dos pormenores do pedido de adesão da Ucrânia", apontou Dimytro Kuleba numa publicação no Twitter.

Para recordar...

Catarina Correia Rocha | há 1 mês
  • Nova vitória para os ucranianos: Rússia anuncia retirada de Lyman. O Ministério da Defesa da Rússia anunciou a retirada das tropas russas da cidade de Lyman, na região de Donetsk, segundo cita a agência RIA. "Em conexão com a criação de uma ameaça de cerco, as tropas aliadas foram retiradas do assentamento de Krasny Liman [nome russo para Lyman] para linhas mais vantajosas", anunciaram os russos. A conquista ucraniana é uma vitória significativa após o anúncio de anexação de quatro regiões da Ucrânia pela Rússia; 
  • Kyiv condena "detenção ilegal" do diretor geral da central de Zaporíjia. Em comunicado, o Ministério das Relações Exteriores da Ucrânia "condena com veemência a detenção ilegal" de Ihor Mourachov, diretor da maior central de energia nuclear da Europa. A central nuclear da Zaporijia, está ocupada, desde 4 de março, por tropas russas e, nos últimos meses, tem sido atingida por bombardeamentos dos quais Kyiv e Moscovo se acusam mutuamente; 
  • Líder checheno defende que Rússia deve recorrer a armas nucleares. O líder da República russa da Chechénia, Ramzan Kadyrov, defendeu hoje o recurso a "armas nucleares de baixa potência" por parte da Rússia, para reforçar os esforços de invasão da Ucrânia.

Início de cobertura

Catarina Correia Rocha | há 1 mês

Bom dia. Retomamos aqui a cobertura AO MINUTO dos principais acontecimentos relacionados com a guerra na Ucrânia. Pode recordar tudo o que aconteceu no sábado através da ligação abaixo:

AO MINUTO: Grossi viajará até Moscovo e Kyiv; Adesão à NATO discutida

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a guerra na Ucrânia.

Notícias ao Minuto | 07:31 - 01/10/2022

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório