Meteorologia

  • 09 DEZEMBRO 2022
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 18º

Jovem denuncia abusos de padrasto 14 anos depois para proteger mãe

A vítima começou a ser sexualmente abusada pelo suspeito quando tinha apenas 6 anos.

Jovem denuncia abusos de padrasto 14 anos depois para proteger mãe
Notícias ao Minuto

15:13 - 29/09/22 por Notícias ao Minuto

Mundo Abusos sexuais

À procura de uma vida melhor, uma família ucraniana decidiu mudar-se para a Argentina, em 2008. A promessa de começar do zero, escondia, contudo, um inferno para uma jovem menina que foi abusada pelo padrasto durante dois anos.

Catorze anos depois, a jovem, que tem agora 22, decidiu denunciar o caso às autoridades para proteger a mãe e a irmã, de 15 anos.

Conta o site argentino Clarín que a vítima, identificada como V pelas autoridades, apresentou queixa às autoridades contra o padrasto no passado mês de agosto, depois deste começar a agredir a mãe.

"Ele sempre foi muito abusivo com a mãe de V mas, ultimamente, ele começou a agredi-la, batia nela", explicou o advogado de V, Hugo López Carribero ao jornal argentino, acrescentando que V confrontou-o e este ameaçou-a.

Perante isso, a jovem decidiu denunciá-lo às autoridades e contar à mãe e irmã a verdade. Tinha sido abusada por Oleg Vytvytskyy dos 6 aos 8 anos.

Os depoimentos da vítima, assim como da mãe e da irmã foram fundamentais para que a juíza responsável por julgar o caso mandasse prender o homem de nacionalidade ucraniana que tem, neste momento, 63 anos.

V é neste momento professora. Mora no mesmo bairro em que a mãe e a irmã viviam com o padrasto, mas noutra casa, com o filho e o companheiro.

Leia Também: Açores. Médico suspenso por suspeitas de abuso sexual de doente

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório