Meteorologia

  • 09 DEZEMBRO 2022
Tempo
17º
MIN 13º MÁX 17º

AO MINUTO: UE manterá ajuda; Putin reconhece independência de regiões

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a guerra na Ucrânia.

AO MINUTO: UE manterá ajuda; Putin reconhece independência de regiões
Notícias ao Minuto

07:54 - 29/09/22 por Notícias ao Minuto

Ao Minuto Mundo Ucrânia/Rússia

Com a guerra a ultrapassar os sete meses de conflito, o foco diverge, agora, um pouco da parte bélica e concentra-se nas questões diplomáticas internacionais, questionando-se as circunstâncias em que ocorreram as fugas nos gasodutos Nord Stream 1 e 2.

Entretanto, a comunidade internacional continua a condenar os "referendos" de anexação pró-russos nas regiões de Zaporíjia, Kherson, Lugansk e Donetsk, com os EUA a afirmar que nunca reconhecerão "tentativas ilegais e ilegítimas de anexação".

Entretanto, no seu discurso noturno, Zelensky prometeu uma resposta a esta tentativa de anexação: "Não estamos em 2014", disse, referindo-se ao processo semelhante na região da Crimeia.

Senado dos EUA aprova 12,25 mil milhões em nova ajuda para Kyiv

Beatriz Maio | há 1 mês

O texto, aprovado pelos senadores dos dois campos partidários, será submetido à votação da Câmara dos Representantes até ao final da semana. Além dos 12 mil milhões de dólares em ajuda para a Ucrânia, o projeto de extensão do orçamento prevê ainda financiamento para refugiados afegãos, melhorias de segurança para tribunais dos Estados Unidos e uma reautorização de cinco anos do programa de taxas de utilizador da FDA (agência de medicamentos norte-americana).

Ucrânia. Senado dos EUA aprova 12,25 mil milhões em nova ajuda para Kyiv

O Senado norte-americano aprovou hoje um novo pacote de mais de 12 mil milhões de dólares (12,25 mil milhões de euros) para a Ucrânia durante a adoção de uma extensão do orçamento federal do país.

Lusa | 23:31 - 29/09/2022

Novas sanções da UE "não correspondem" à "ameaça" de Putin para o mundo

Beatriz Maio | há 1 mês

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, defendeu esta quinta-feira que o próximo pacote de sanções da União Europeia (UE) contra a Rússia não corresponde à dimensão da ameaça que Moscovo representa para o mundo.

"Os elementos sugeridos do próximo pacote de sanções da UE contra a Rússia não correspondem à dimensão da escalada de [Vladimir] Putin e à ameaça que ele representa para a Europa e o mundo inteiro", referiu o chefe da diplomacia ucraniana, numa mensagem através da rede social Twitter. Dmytro Kuleba instou a UE a "atingir com mais força" o Presidente russo, Vladimir Putin, para detê-lo, defendendo que este "é um momento crucial".

Putin assina decretos a reconhecer independência de Zaporíjia e Kherson

Beatriz Maio | há 1 mês

O presidente russo, Vladimir Putin, assinou, esta quinta-feira, decretos a reconhecer formalmente a independência das regiões militarmente ocupadas de Kherson e Zaporíjia. Os diplomas foram publicados pelo Kremlin e abrem assim caminho à anexação destas regiões à Rússia, conta a Reuters.

A assinatura destes decretos é assim um passo intermédio para que Putin possa prosseguir com o seu plano de anunciar a anexação destes territórios à Rússia, previsto para amanhã, sexta-feira.

 

Novas sanções da UE à Federação Russa incluem o ideólogo Dugin

Beatriz Maio | há 1 mês

A União Europeia (UE) pretende sancionar o russo Alexandr Dugin, um dos ideólogos do novo nacionalismo russo, bem como a empresa Alrosa, fabricante mundial de diamantes. Estes nomes estão entre os constantes de uma nova lista de entidades a sancionar, consultada pela agência Efe, apresentada pelo alto representante da UE para os Negócios Estrangeiros, Josep Borrell, que agora deve ser discutida pelos embaixadores dos Estados membros, com vista à sua aprovação unânime antes da entrada em vigor.

Biden garante que nunca reconhecerá referendos "orquestrados pela Rússia"

Beatriz Maio | há 1 mês

O presidente norte-americano, Joe Biden, garantiu esta quinta-feira que os Estados Unidos nunca reconhecerão os resultados dos referendos "orquestrados pela Rússia" na Ucrânia e acusou o homólogo russo Vladimir Putin de "violação flagrante" da Carta das Nações Unidas. "Quero ser muito claro sobre isto: os Estados Unidos nunca, nunca, nunca reconhecerão as reivindicações da Rússia ao território soberano da Ucrânia", frisou o chefe de Estado norte-americano durante uma cimeira em Washington que reuniu líderes das ilhas do Pacífico. "Os chamados referendos foram uma paródia, uma paródia absoluta. Os resultados foram orquestrados por Moscovo", afirmou.

Putin ordena que russos mobilizados por engano sejam mandados para casa

Beatriz Maio | há 1 mês

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, ordenou o envio para casa de todos os homens convocados por engano, no âmbito da mobilização decretada na semana passada, que provocou um êxodo massivo de russos para o estrangeiro. "Há que estudar caso a caso. Se um erro foi cometido, tem de ser corrigido e enviar para casa aqueles mobilizados por engano", disse durante uma reunião do Conselho de Segurança russo.

Putin questionou-se por que "especialistas altamente qualificados" que são necessários na retaguarda, como, por exemplo, em hospitais, estão a ser convocados. "Esta mobilização levanta muitas questões. É preciso corrigir todos os erros e não os cometer novamente", insistiu.


  

Von der Leyen garante que UE manterá ajuda económica e militar a Kyiv

Beatriz Maio | há 1 mês

A União Europeia (UE) vai continuar a apoiar "política, económica e militarmente" a Ucrânia na "guerra atroz" de Vladimir Putin, que procura "inverter o rumo da história" no caminho da democracia, realçou hoje a presidente da Comissão Europeia. Ursula von der Leyen, que falava no Fórum da Democracia de Atenas, que se realiza anualmente na capital grega, elogiou a rápida reação da UE à invasão promovida pelo presidente russo Vladimir Putin, lembrando que o bloco introduziu o "maior pacote de sanções de todos os tempos" e recebeu mais de oito milhões de refugiados ucranianos.

Von der Leyen garante que UE manterá ajuda económica e militar a Kyiv

A União Europeia (UE) vai continuar a apoiar "política, económica e militarmente" a Ucrânia na "guerra atroz" de Vladimir Putin, que procura "inverter o rumo da história" no caminho da democracia, realçou hoje a presidente da Comissão Europeia.

Lusa | 21:33 - 29/09/2022

Guterres manifestou a embaixador russo oposição a anexação de territórios

Beatriz Maio | há 1 mês

O secretário-geral das Nações Unidas (ONU) transmitiu diretamente ao embaixador russo junto da organização a sua oposição à anexação de territórios ucranianos ocupados pela Rússia, disse hoje o porta-voz de António Guterres. "O secretário-geral expressou as suas preocupações ao lado russo sobre os procedimentos em torno da anexação, numa conversa com o embaixador [Vasily] Nebenzia na quarta-feira, e os contactos continuarão", disse Stéphane Dujarric a jornalistas, logo após um discurso de condenação feito por Guterres.

Putin defende "direito de autodeterminação" de regiões anexadas

Beatriz Maio | há 1 mês

O presidente russo, Vladimir Putin, defendeu hoje o "direito de autodeterminação" das quatro regiões ucranianas sob ocupação russa, com que a Rússia assinará na sexta-feira tratados de anexação, perante reservas suscitadas pelo Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan. Num contacto com homólogo turco, informou o Kremlin em comunicado, Putin sublinhou que os referendos separatistas "decorreram em condições de transparência e em plena consonância com as normas e princípios do direito internacional". "Os habitantes dessas regiões exerceram o seu direito à autodeterminação em conformidade com as cláusulas e os estatutos da ONU, dos tratados internacionais sobre direitos humanos de 1966 e a Ata de Helsínquia de 1975", acrescentou.

Ucrânia. Putin defende "direito de autodeterminação" de regiões anexadas

O presidente russo, Vladimir Putin, defendeu hoje o "direito de autodeterminação" das quatro regiões ucranianas sob ocupação russa, com que a Rússia assinará na sexta-feira tratados de anexação, perante reservas suscitadas pelo Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan.

Lusa | 20:38 - 29/09/2022

Forças ucranianas recuperam controlo de cidade de Kupiansk

Beatriz Maio | há 1 mês

As forças ucranianas recuperaram o controlo de toda a cidade de Kupiansk, no nordeste da Ucrânia, expulsando as tropas russas das suas posições na margem leste do rio Oskil, noticiou a agência France-Presse (AFP). Parte da zona naquela região já tinha sido retomada aos russos no início de setembro, graças à contraofensiva ucraniana na região de Kharkiv, mas as tropas de Moscovo ainda estavam a resistir do outro lado do rio, decorrendo combates de artilharia, enquanto os civis fugiam, procurando atravessar para o lado ucraniano.

Espanha. Kuleba apela a classificação da Rússia como "estado terrorista"

Beatriz Maio | há 1 mês

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia apelou, esta quinta-feira, a que a Rússia seja considerada um estado terrorista e garantiu que o país parcialmente sob invasão russa vai "dar todos os passos necessários" para entrar na União Europeia. A participar por videoconferência na quarta edição do Foro de La Toja-Vínculo Atlântico, que começou hoje e decorre até sábado na Ilha de La Toja, em Espanha, Dmytro Kuleba salientou que a vitória da Ucrânia é a "Única forma de preservar o estilo de vida e valores" ocidentais e que o presidente da Federação Russa "tem que ser parado".

Espanha. Kuleba apela a classificação da Rússia como "estado terrorista"

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia apelou, esta quinta-feira, a que a Rússia seja considerada um estado terrorista e garantiu que o país parcialmente sob invasão russa vai "dar todos os passos necessários" para entrar na União Europeia.

Lusa | 20:02 - 29/09/2022

Procuradores dos EUA acusam o russo Deripaska de violação de sanções

Beatriz Maio | há 1 mês

Os procuradores dos Estados Unidos da América (EUA) acusam Oleg Deripaska, um bilionário russo de 54 anos que se encontra entre duas dúzias de aliados de Vladimir Putin inscritos na lista negra por Washington por causa da alegada intromissão de Moscovo nas eleições de 2016 nos EUA, de violação de sanções por ter retido três co-arguidos femininos que prestaram ou organizaram uma variedade de serviços em seu benefício, noticia o jornal The Guardian.

"Como as acusações de hoje revelam, enquanto servia o estado russo e o sector energético, Oleg Deripaska procurou contornar as sanções dos EUA através de mentiras e enganos para ganhar dinheiro e beneficiar do estilo de vida americano", disse a procuradora-geral adjunta Lisa Monaco.

As chamadas dos soldados russos como nunca as ouviu. "Putin é um idiota"

Beatriz Maio | há 1 mês

As conversas telefónicas entre os militares russos e as famílias foram intercetadas e o New York Times teve acesso a esses registos. Chamadas mostram o desânimo das tropas enviadas para a Ucrânia. Sete meses depois de a invasão das tropas russas na Ucrânia ter começado, a 24 de fevereiro, os relatos continuam a chegar - e se, do lado ucraniano, a realidade é de perda e morte, do lado russo chegam também manifestações contra a guerra.

"Putin é um idiota. Quer tomar Kyiv. Mas não vamos conseguir", disse um dos soldados, identificado como Aleksandr. Já um outro soldado, Vlad, anuncia uma decisão: "Quando voltar para casa, vou desistir. Que se lixe o exército".

Imprensa oficial chinesa muda de tom após chantagem nuclear de Putin

Beatriz Maio | há 1 mês

A decisão do líder russo, Vladimir Putin, de mobilizar até 300 mil tropas na reserva e de ameaçar com o uso de armas nucleares na Ucrânia suscitaram uma mudança de tom na imprensa chinesa sobre o conflito. Hu Xijin, um proeminente comentador chinês e ex-editor-chefe do Global Times, jornal oficial do Partido Comunista da China, escreveu esta semana que, embora o uso de armas nucleares desse à Rússia vantagem na Ucrânia, também comprometeria o Tratado de Não -Proliferação de Armas Nucleares e a paz mundial.

Imprensa oficial chinesa muda de tom após chantagem nuclear de Putin

A decisão do líder russo, Vladimir Putin, de mobilizar até 300.000 tropas na reserva e de ameaçar com o uso de armas nucleares na Ucrânia suscitaram uma mudança de tom na imprensa chinesa sobre o conflito.

Lusa | 17:56 - 29/09/2022

Putin diz que invasão é resultado do "colapso da União Soviética"

Beatriz Maio | há 1 mês

O presidente russo, Vladimir Putin, disse esta quinta-feira que os conflitos na ex-União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS), incluindo o atual entre a Rússia e a Ucrânia, foram "obviamente" o resultado do "colapso da União Soviética". "Basta olhar para o que está a acontecer agora entre a Rússia e a Ucrânia, o que está a acontecer nas fronteiras de alguns países da ex-União Soviética. Tudo isso, obviamente, é resultado do colapso da União Soviética", disse o líder russo, durante uma reunião com autoridades dos países membros da Comunidade de Estados Independentes (CEI), que reúne as ex-repúblicas soviéticas.

Guterres avisa Rússia que anexação "não terá valor jurídico"

Beatriz Maio | há 1 mês

O secretário-geral das Nações Unidas (ONU), António Guterres, alertou esta quinta-feira a Rússia que a anexação de territórios ucranianos "não terá valor jurídico e merece ser condenada", frisando que "não pode ser conciliada com o quadro jurídico internacional". "O Kremlin anunciou que terá lugar amanhã [sexta-feira] uma cerimónia em Moscovo que lançará um processo de anexação das regiões ucranianas de Donetsk, Lugansk, Kherson e Zaporijia. Neste momento de perigo, devo enfatizar o meu dever como secretário-geral de defender a Carta das Nações Unidas", disse.

Ucrânia. Guterres avisa Rússia que anexação "não terá valor jurídico"

O secretário-geral das Nações Unidas (ONU), António Guterres, alertou hoje a Rússia que a anexação de territórios ucranianos "não terá valor jurídico e merece ser condenada", frisando que "não pode ser conciliada com o quadro jurídico internacional".

Lusa | 17:19 - 29/09/2022

Bombardeamento russo de Mykolaiv faz três mortos e 12 feridos

Beatriz Maio | há 1 mês

As forças russas atacaram Mykolaiv com munições de fragmentação, revelou a chefe da legislatura de Mykolaiv, Hanna Zamazeyeva, esta quinta-feira, o que fez três vítimas mortais e 12 feridos. Zamazeyeva adiantou ainda que um projétil de fragmentação explodiu perto de uma paragem de transportes públicos num local repleto de civis.

Cartazes em Moscovo homenageiam "heróis da Rússia"

Beatriz Maio | há 1 mês

Em Moscovo estão a surgir cartazes em homenagem aos "heróis da Rússia" no meio da ordem de mobilização de Vladimir Putin. No twitter, o jornalista da BBC Will Vernon partilhou fotografias acompanhadas da mensagem: "Os sinais da guerra na Ucrânia estão a tornar-se mais visíveis em Moscovo. Filas de parentes fora dos pontos de mobilização na rua. E mais cartazes como estes estão a aparecer - em homenagem aos 'heróis da Rússia'".

Italianos a viver na Rússia devem considerar deixar o país, diz embaixada

Beatriz Maio | há 1 mês

A embaixada italiana na Rússia aconselhou os italianos que vivem na Rússia a considerar deixar o país. Os expatriados italianos na Rússia "são recomendados a considerar se a sua estadia é necessária, e se não for, a deixar o país", disse a embaixada numa declaração, avisando que a sua saída está a tornar-se cada vez mais difícil. No mesmo documento, referiu também o "aumento do já elevado custo" dos voos para fora da Rússia e relatou longas filas de espera nos postos fronteiriços com os países vizinhos, noticia o jornal The Guardian.

Rússia recrutou 100 mil pessoas desde 21 de setembro

Beatriz Maio | há 1 mês

O chefe adjunto do principal departamento de operações do Estado-Maior, Oleksiy Hromov anunciou que a Rússia recrutou 100 mil pessoas desde o dia 21 de setembro e anunciou planos para mobilizar 300 mil militares. "Compreendemos que o número anunciado de 300.000 não é definitivo. O número de recrutas mobilizados será muito provavelmente muito maior", divulgou Hromov.

Tribunal do Chipre congelou 79 milhões de dólares de bens de Bakhmatyuk

Beatriz Maio | há 1 mês

De acordo com um documento obtido pelo jornal Kyiv Independent, o Tribunal Distrital de Nicósia, no Chipre, concedeu uma ordem de congelamento de 79 milhões de dólares de bens contra o empreendedor agrícola ucraniano Oleh Bakhmatyuk, acionista maioritário da UkrLandFarming, o maior produtor de ovos da Ucrânia. Bakhmatyuk é acusado de esconder ativos do maior credor da sua empresa, o fundo de investimento americano Gramercy. 

Taxa de aprovação de Putin desceu após início da mobilização

Beatriz Maio | há 1 mês

A percentagem dos que aprovam o desempenho de Vladimir Putin caiu de 83% em agosto para 77% em setembro, de acordo com um inquérito conduzido pela agência de sondagens Levada Center realizado de 22 a 28 de setembro. Quanto aos russos que acreditam que o país está a ir na direção certa, a percentagem diminuiu de 67% para 60%.

No dia 25 de setembro, o jornal russo Novaya Gazeta relatou que mais de 260 mil homens russos fugiram do país depois de Putin ter anunciado a mobilização de recrutas para a guerra contra a Ucrânia a 21 de setembro. 

Rússia envia militares da Crimea anexada para combater em Kherson

Beatriz Maio | há 1 mês

A Rússia está a enviar mais homens da Crimeia para a linha da frente em Kherson, de acordo com a organização não governamental ucraniana Crimea SOS. "Estão a ser transferidos de Sevastopol, onde tinham passado apenas dois dias desde que receberam a convocatória", disse Oleksii Tilnenko, o chefe da direção da organização, esta quinta-feira.

De acordo com a Crimea SOS, desde dia 22 de setembro, pelo menos cinco mil residentes da Crimeia foram convocados para combater. "Se alguns milhares de homens da Crimeia forem mortos ou mutilados na guerra, isso irá afetar várias gerações futuras", escreveu nas redes sociais a representante do presidente Volodymyr Zelensky na Crimeia ocupada pela Rússia, Tamila Tasheva.

EUA pedem à Índia e China para convencer Putin a não usar armas nucleares

Beatriz Maio | há 1 mês

Os funcionários norte-americanos pediram aos países da região do Pacífico para pressionarem o presidente russo Vladimir Putin a não utilizar armas nucleares e para o informarem de que o uso dessas armas terá uma "dura resposta económica e diplomática", relata Politico, citando fontes anónimas na administração do presidente Joe Biden. 

EUA e Rússia discutem cara a cara armas nucleares? "Está em consideração"

Beatriz Cavaca | há 1 mês

A porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia disse, esta quinta-feira, que o país estava disposto a discutir a ameaça nuclear presencialmente com os Estados Unidos, no âmbito do tratado New START [Novo Começo]. "Retomar [as discussões para a redução do uso de armas nucleares] está a ser considerado", afirmou Maria Zakharova, durante uma conferência de imprensa, citada pela Reuters.

O tratado em questão estabelece os limites para o número de armas nucleares que cada um dos envolvidos - EUA e Rússia - pode ter implantado e no qual está também descrito os termos para verificação e inspeção de arsenais nucleares para cada um.

"As possibilidades de discutirmos de as comissões bilaterais realizarem uma reunião presencial estão a ser estudadas", referiu.

EUA e Rússia discutem cara a cara armas nucleares? "Está em consideração"

A porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros disse que a hipótese estava a ser estudada, dado que ambos os países assinaram um tratado neste âmbito, ratificado em 2011.

Teresa Banha | 15:52 - 29/09/2022

Zelensky convoca reunião de emergência

Beatriz Cavaca | há 1 mês

O porta-voz do presidente ucraniano Volodymyr Zelensky, Sergii Nykyforov, informou no Facebook que o presidente da Ucrânia convocou uma reunião de emergência.

"O presidente Volodymyr Zelensky convocou uma reunião urgente do Conselho de Segurança e Defesa Nacional da Ucrânia amanhã. Agenda e outros detalhes serão divulgados posteriormente", refere.


 
 

 

Espera-se que a fuga de gás no Nord Stream 1 termine segunda-feira

Beatriz Cavaca | há 1 mês

A fuga de gás do gasoduto Nord Stream 1 irá provavelmente terminar na próxima segunda-feira, segundo a empresa que opera a infraestrutura. 

De acordo com o porta-voz da empresa, a Nord Stream AG, citado pela agência Reuters, ainda não é possível fornecer nenhuma previsão para o futuro do gasoduto até que todos os danos sejam avaliados, algo que ainda não conseguiram fazer por não poderem aceder ao local.

"A avaliação dos danos pode ser realizada no local assim que conseguirmos nos aproximar da área. No momento, é uma zona restrita", referiu.

Bruxelas favorável a limite de preço para gás russo

Beatriz Cavaca | há 1 mês

A comissária europeia da Energia manifestou-se hoje "firmemente" favorável à imposição de um preço máximo para todas as importações de gás russo, admitindo com menos entusiasmo um 'teto' para o gás em geral na formação dos preços da eletricidade.

Televisão estatal russa coloca "countdown' para o momento da anexação

Beatriz Cavaca | há 1 mês

O momento foi partilhado nas redes sociais pelo jornalista Francis Scarr da BBC:

Fugas de gás são "terrorismo patrocinado pelo Estado", diz Rússia

Beatriz Cavaca | há 1 mês

A Rússia disse que as fugas de gás nos gasodutos Nord Stream são resultado de "terrorismo" patrocinado pelo Estado.

De acordo declarações do porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, em conferência de imprensa, esta quinta-feira: "Isto parece um ato de terrorismo, possivelmente em nível estatal". 

"É muito difícil imaginar que tal ato de terrorismo pudesse acontecer sem o envolvimento de algum tipo de estado. Esta é uma situação muito perigosa que requer uma investigação urgente", sublinhou.

Kremlin exige investigação internacional urgente sobre gasodutos

O Kremlin pediu hoje uma investigação internacional urgente sobre as fugas detetadas nos gasodutos Nord Stream 1 e Nord Stream 2 no Mar Báltico, uma situação que descreveu como "extremamente perigosa".

Lusa | 13:07 - 29/09/2022

Polícia da Finlândia confirma fecho de fronteiras

Beatriz Cavaca | há 1 mês

"A entrada de cidadãos russos é restrita. As restrições entram em vigor em dia 30 de setembro", refere a autoridade.

Podolyak utiliza imagem do Harry Potter para ilustrar roubo de crianças

Beatriz Cavaca | há 1 mês

O negociador e Conselheiro de Zelensky, Mikhail Podolyak, utilizou a imagem da icónica personagem da saga Harry Potter, Dolores Umbridge, para criticar um comportamento negativo por parte da Federação Russa relacionado com o roubo de crianças.

Recorrendo à rede social Twitter, o responsável criticou diretamente as afirmações da oficial russa, Maria Lvova-Belova que é a Comissária Presidencial para os Direitos da Crianças.

De acordo com Podolyak: "Uma oficial da Rússia, Belova, disse que as crianças que foram levadas (roubadas) para a Rússia vindas de Mariupol cantam o hino ucraniano e repreendem Putin".

Acrescenta depois, que no território Belova terá dito que "estamos a emendar esta situação".

De seguida sublinha "eles [os Russos]" destruíram a sua cidade natal, mataram os país e agora "querem tirar-lhes a identidade". Para o responsável ucraniano "isto é um genocídio" e é a Ucrânia que deve corrigi-lo.

NATO adverte que ataques contra gasodutos terão resposta "determinada"

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Os países membros da NATO manifestaram hoje profunda preocupação com os danos nos gasodutos Nord Stream no mar Báltico e advertiram que "qualquer ataque deliberado contra as infraestruturas críticas dos Aliados" merecerá uma "resposta unida e determinada".

Finlândia irá fechar a fronteira a russos a partir da meia-noite

Beatriz Cavaca | há 1 mês

A Finlândia irá fechar a fronteira a cidadãos russos a partir da maia noite (21h00 em Lisboa) desta quinta-feira, segundo anúncio do governo.

A informação foi avançada pelo Ministro dos Negócios Estrangeiros, Pekka Haavisto, e acontece no contexto da decisão de Vladimir Putin ordenar uma mobilização parcial dos seus cidadãos para o conflito na Ucrânia.

A entrada para visitas familiares, bem como para trabalho e estudos, ainda será permitida, segundo o responsável.

Anexação será oficializada no Palácio de Inverno com a presença de Putin

Beatriz Cavaca | há 1 mês

De acordo com o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, citado pela agência TASS, o presidente russo Vladimir Putin irá participar na cerimónia de anexação das quatro regiões da Ucrânia controladas pelas forças russas, esta sexta-feira às 15h (horário de Moscovo).

A cerimónia terá lugar no St George's Hall do Palácio de Inverno e estarão presentes os líderes russos das regiões separatistas.

Homens que fogem da Rússia "provavelmente excedem" força invasora

Beatriz Cavaca | há 1 mês

O Ministério da Defesa do Reino Unido informou, esta quinta-feira, no seu relatório diário que o número de pessoas que deixaram a Rússia desde que o presidente Putin anunciou a "mobilização parcial" provavelmente excede o número total tropas usadas na invasão da Ucrânia até agora.

De acordo com a tutela britânica, "nos sete dias desde que o presidente Putin anunciou a 'mobilização parcial', houve um êxodo considerável de russos que procuram evitar a convocação". Assim sendo, "embora os números exatos não sejam claros, provavelmente excede o tamanho da força total de invasão que a Rússia colocou em campo desde fevereiro de 2022".

Putin vai assinar o decreto de anexação de territórios esta sexta-feira

Beatriz Cavaca | há 1 mês

De acordo com um anúncio feito pelo Kremlin, confirmado por diversas fontes internacionais, o presidente russo, Vladimir Putin irá assinar amanhã o decreto de incorporação das regiões ocupadas de Zaporíjia, Kherson, Lugansk e Donetsk, depois de realizados referendos.

Putin assina amanhã tratados de anexação dos territórios ocupados

Em causa estão quatro territórios ucranianos.

Tomásia Sousa | 11:19 - 29/09/2022

 

Papa ajudou na mediação da troca de prisioneiros entre Rússia e Ucrânia

Beatriz Cavaca | há 1 mês

O Papa ajudou na mediação de troca de prisioneiros entre a Rússia e a Ucrânia, publicou hoje a revista La Civiltà Cattolica da Companhia de Jesus, sublinhando que Francisco revelou a sua participação durante a viagem ao Cazaquistão.

Rússia diz que incidentes no Nord Stream são em zona controlada pelos EUA

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Esta manhã, o Ministério dos Negócios da Rússia, citado pela agência de notícias RIA Novosti, emitiu uma breve declaração onde informava que o “incidente no Nord Stream ocorreu numa zona controlada pela inteligência americana”.

Entretanto, a Reuters cita agora a porta-voz do Ministério, Maria Zakharova, que confirma a mesma tese. 

"Aconteceu nas zonas comerciais e económicas da Dinamarca e da Suécia. São países centrados na NATO. São países totalmente controlados pelos serviços de inteligência dos EUA", referiu.

Afeganistão e Rússia estabelecem acordo sobre energia e cereais

Beatriz Cavaca | há 1 mês

As autoridades de Cabul concluíram um acordo com Moscovo que prevê o fornecimento de produtos petrolíferos e cereais da Rússia ao Afeganistão, tratando-se do primeiro grande contrato económico estabelecido pelo governo talibã.

Descoberta uma quarta fuga nos gasodutos do Báltico

Beatriz Cavaca | há 1 mês

A Guarda Costeira sueca confirmou hoje ter descoberto uma nova fuga de gás, de menor dimensão, do gasoduto Nord Stream 2 no Mar Báltico, elevando o número de fugas dos dois gasodutos russos para quatro.

"Há duas fugas do lado sueco e duas fugas do lado dinamarquês", disse um oficial da Guarda Costeira à agência de notícias France-Presse.

"A distância é algo subjetivo, mas elas estão próximas uma da outra", disse o responsável, referindo-se às duas fugas do lado sueco.

"Trata-se de um grande derrame de cerca de 900 metros de diâmetro e outro mais pequeno de cerca de 200 metros", disse Jenny Larsson, porta-voz da Guarda Costeira, ao jornal Svenska Dagbladet.

Até agora, as autoridades dos dois países tinham confirmado uma fuga na área do Mar Báltico pertencente à Suécia, a nordeste da ilha de Bornholm, e duas na área pertencente à Dinamarca.

As fugas estão a causar agitação marítima significativa na superfície da água, ao longo de várias centenas de metros, o que impossibilita a inspeção imediata das estruturas, segundo as autoridades.

Suécia deteta nova fuga nos gasodutos Nord Stream

É a quarta fuga esta semana.

Notícias ao Minuto com Lusa | 07:57 - 29/09/2022

EUA consideram "absurdas" teorias sobre "aparente sabotagem" de gasodutos

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Os Estados Unidos consideraram esta quarta-feira "absurdas" as acusações de que Washington é responsável pela "aparente sabotagem" dos gasodutos Nord Stream 1 e 2, considerando esta teoria como parte da "desinformação russa".

"A ideia de que os Estados Unidos estão de alguma forma envolvidos na aparente sabotagem dos gasodutos é absurda. É desinformação russa e deve ser tratada como tal", sublinhou o porta-voz do Departamento de Estado, Ned Price, em conferência de imprensa.

O porta-voz da diplomacia norte-americana garantiu que os Estados Unidos estão "a apoiar os esforços dos países europeus" na investigação da alegada sabotagem e também ofereceram ajuda para "mitigar qualquer impacto ambiental" causado pelas fugas de gás.

Ned Price realçou que ocorreu uma "aparente sabotagem" contra os gasodutos, mas alertou que a investigação para descobrir exatamente o que aconteceu "levará tempo".

Ucrânia. EUA admitem "limitações" para processar crimes de guerra

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Os Estados Unidos reconheceram hoje "limitações" para processar os alegados crimes de guerra perpetrados pelas forças russas na Ucrânia, uma vez que a lei federal só permite autuar casos com norte-americanos envolvidos.

Isso foi afirmado perante o Comité Judicial do Senado pelo jurista Eli Rosenbaum, que foi encarregue pelo Departamento de Justiça dos EUA, em junho, para liderar uma equipa para colocar os responsáveis por crimes na Ucrânia no banco dos réus.

Ucrânia. EUA admitem "limitações" para processar crimes de guerra

Os Estados Unidos reconheceram hoje "limitações" para processar os alegados crimes de guerra perpetrados pelas forças russas na Ucrânia, uma vez que a lei federal só permite autuar casos com norte-americanos envolvidos.

Lusa | 06:48 - 29/09/2022

Para recordar...

Beatriz Cavaca | há 1 mês
  • Moscovo procura recrutar russos em fuga da guerra junto às fronteiras - As longas filas de russos que procuram escapar à mobilização militar continuavam esta quarta-feira a 'entupir' as estradas para fora do país, enquanto Moscovo terá estabelecido gabinetes de recrutamento nas fronteiras, para intercetar alguns destes.
  • Três jovens poetas detidos por recitarem poemas antiguerra em Moscovo - Três jovens poetas russos foram, esta quarta-feira, condenados a pena de prisão por um tribunal de Moscovo por terem lido poemas antiguerra numa manifestação contra a mobilização parcial ordenada pelo presidente da Rússia, Vladimir Putin, para combater na Ucrânia.
  • Zelensky promete resposta a referendos e avisa: "Não estamos em 2014" - O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, disse, esta quarta-feira, que continua a "coordenar as ações" com a comunidade internacional em resposta aos "falsos" referendos organizados pela Rússia em território ucraniano e avisou que "não estamos em 2014", numa referência à anexação da Crimeia.
  • Fugas de gás no Báltico são 1/3 das emissões anuais de CO2 da Dinamarca - Um dirigente dinamarquês disse hoje que as fugas de gás na Mar Báltico podem equivaler a um terço das emissões anuais dinamarquesas de gases com efeito de estufa.
  • "UE nunca reconhecerá referendos ilegais e o seu resultado falsificado" - O alto representante da União Europeia (UE) para a Política Externa, Josep Borrell, afirmou, esta quarta-feira, que os 27 Estados-membros não “reconhecem e nunca reconhecerão” os resultados “falsificados” dos referendos "ilegais" realizados nas regiões de Kherson, Zaporíjia, Donetsk e Lugansk sobre uma anexação pela Rússia.

Início de cobertura

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Bom dia. Retomamos aqui a nossa cobertura AO MINUTO dos principais acontecimentos sobre a guerra na Ucrânia. Pode recordar tudo o que aconteceu na terça-feira através da ligação abaixo:

AO MINUTO: "Não estamos em 2014", avisa Kyiv; Gás? Mais de metade escapou

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a guerra na Ucrânia.

Notícias ao Minuto | 08:01 - 28/09/2022

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório