Meteorologia

  • 01 OUTUBRO 2022
Tempo
14º
MIN 12º MÁX 27º

Rússia. Que reservistas serão mobilizados e quais os 'excluídos'?

Homens ou mulheres com competências militares "importantes para o exército" serão chamados a combater na Ucrânia.

Rússia. Que reservistas serão mobilizados e quais os 'excluídos'?
Notícias ao Minuto

18:11 - 22/09/22 por Notícias ao Minuto

Mundo Guerra na Ucrânia

O número oficial indicado, esta quarta-feira, pelo porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, é de que 300 mil reservistas russos serão convocados para a frente da batalha. Mas quais são os critérios?

Assim como explica o jornal russo Novaya Gazeta, serão convocados todos os que estiverem na reserva, sejam homens ou mulheres, e tiverem especialidades militares “importantes para o exército”. 

Estas especialidades passam por homens com formação em manobrar foguetes, artilheiros, petroleiros e sinalizadores.

Para já são estes os que serão chamados, mas esta não será a lista final. Além da "cláusula secreta" no decreto de mobilização parcial que prevê a mobilização pelo Ministério da Defesa de um milhão de russos, também ainda não está claro se a mobilização parcial afetará aqueles que estão parcialmente aptos para o serviço.

Serão também chamados responsáveis ​​pelo serviço militar de primeira categoria - soldados, sargentos, capatazes (estes até aos 35 anos), suboficiais - até 45 anos. Estes responsáveis podem convocar graduados de departamentos militares se suas especialidades militares estiverem entre as referidas acima.

Os soldados comuns têm como idade limite os 50 anos. Já para um marechal, general do exército, almirante da frota, coronel general ou almirante, o limite sobe para 65 anos. Para um tenente-general, vice-almirante, major-general, contra-almirante, o limite são os 60 anos, enquanto que para um coronel ou capitão do 1º posto são 55 anos.

As mulheres também podem ser mobilizadas desde que possuam uma especialidade militar. As oficiais do sexo feminino são chamadas até aos 50 anos, já as restantes reservistas até aos 45 anos.

Como é feita a convocatória?

Um reservista pode ser convocado no local de residência ou no local de trabalho, sendo que os empregadores devem "auxiliar os comissariados militares nos seus trabalhos de mobilização" de acordo com a lei, indica o jornal russo Novaya Gazeta.

Cidadãos como lojistas que têm ordens de mobilização são obrigados a comparecer independentemente de terem sido convocados pelo comissariado militar. 

A intimação deve ainda ser entregue pessoalmente. 

Quem está 'livre' das listas de mobilização?

De acordo com a lei federal, há uma lista de cidadãos que têm o direito ao adiamento do recrutamento para o serviço militar. Estes incluem todos os deputados da Duma do Estado e membros do Conselho da Federação, independentemente de seu estado civil, idade ou estado de saúde.

Quanto aos restantes cidadãos, chefes de família que tenham quatro ou mais filhos menores de 16 anos e pais solteiros se tiverem um filho menor de 16 anos não devem ser intimados.

Irmãos mais velhos em famílias em que a mãe sozinha cria, além dele, mais quatro filhos com menos de oito anos também não deverão ser convocados. 

Um jovem que seja tutor de um irmão ou irmã também não será intimado. É também proibido enviar ao serviço militar aqueles que cuidam de um parente doente ou incapaz, embora essa condição tenha de ser confirmada oficialmente com documentos e certificados.

Cidadãos que tenham uma condenação não expurgada ou pendente por um crime grave também não poderão ser recrutados. 

Leia Também: Mobilização tem "cláusula secreta" que permite chamar um milhão de russos

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório