Meteorologia

  • 04 OUTUBRO 2022
Tempo
18º
MIN 16º MÁX 31º

Explosão em bairro xiita em Cabul mata pelo menos três pessoas

Pelo menos três pessoas foram mortas e sete ficaram feridas hoje à tarde, quando um dispositivo junto a uma estrada explodiu num bairro na zona ocidental de Cabul, habitado principalmente por população da minoria xiita hazara.

Explosão em bairro xiita em Cabul mata pelo menos três pessoas

"Hoje à tarde, uma explosão de um dispositivo colocado à beira de uma estrada matou três civis e feriu outros sete", informou o chefe do Distrito Policial N.º 6 da capital do Afeganistão, Mulavi Zabiullah, citado pela agência Efe.

A explosão aconteceu por volta das 15:30 locais (11:00 TMG), numa área residencial habitada pela minoria xiita hazara, que durante o recém-iniciado mês islâmico de Muharram celebra múltiplos eventos religiosos.

Esta é a segunda explosão no mesmo bairro em menos de 24 horas, depois de uma bomba ter explodido num mercado na sexta-feira à tarde, matando, pelo menos, oito pessoas e ferindo outras 18, de acordo com o último relatório emitido pelo porta-voz talibã, Zabiullah Mujahid.

Até agora, nenhum grupo ou formação reivindicou a responsabilidade pelos ataques, embora o grupo extremista Estado Islâmico (EI) tenha tradicionalmente como alvo esta minoria.

O EI considera os xiitas como sendo apóstatas, atacando-os com frequência, visando especialmente os seus locais de culto.

Em 21 de abril, o grupo extremista reivindicou a responsabilidade por um ataque bombista a uma mesquita xiita, que matou 12 pessoas e feriu 34 outras, quando decorria o período do Ramadão.

Nessa mesma semana, outras seis pessoas foram mortas e 15 feridas na sequência de um ataque bombista a várias escolas da minoria xiita hazara em Cabul ocidental.

Desde que chegaram ao poder em agosto de 2021, os talibãs lançaram várias operações contra o grupo Estado Islâmico em várias partes do país, numa tentativa de mostrar que o seu regresso ao poder pôs fim à violência no país.

A garantia de segurança e controlo do extremismo islâmico armado foi uma das principais notas da governação dos talibãs nos territórios sob o seu controlo durante a guerra com o governo deposto e as forças internacionais.

Leia Também: Estado Islâmico reivindica atentado em Cabul que fez oito mortos

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório