Meteorologia

  • 18 AGOSTO 2022
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 32º

Espanha detém jihadista que tinha regressado da Síria com treino militar

Outro suspeito de terrorismo foi detido na Áustria depois de ambos terem entrado clandestinamente na Europa através da rota dos Balcãs.

Notícias ao Minuto

15:24 - 05/08/22 por Notícias ao Minuto

Mundo Espanha

A Polícia Nacional espanhola deteve um suspeito jihadista em Mataró. O homem tinha regressado da Síria com treino militar e experiência de combate após ter entrado na Europa clandestinamente utilizando a rota dos Balcãs, noticia o La Vanguardia. 

O homem, que só esteve em Barcelona durante alguns dias, ficou detido preventivamente. Na mesma operação policial, outro combatente também foi detido na Áustria.

Num comunicado de imprensa, a polícia assinala que esta é a primeira vez que dois combatentes terroristas estrangeiros com ligações a Espanha são detidos. Ambos tinham formação militar e experiência em combate desde que se juntaram a grupos afiliados à Al Qaeda-na Síria em 2014.

Segundo o mesmo jornal, o primeiro deles foi preso na Áustria, graças a um mandado de captura europeu emitido pela Audiencia Nacional no âmbito de uma investigação da Comisaría General de Información. O segundo foi detido em Mataró, Catalunha.

A investigação começou no início do ano, quando o Serviço Geral de Informações obteve informações de que dois combatentes, ligados a Espanha e de nacionalidade marroquina, planeavam entrar na Europa. A partir desse momento, a investigação começou sob a direção do Tribunal Central da Instrução número 6 da Audiencia Nacional, garante o La Vanguardia. 

Um dos detidos tinha vivido em Espanha antes de se mudar, em 2014, para a zona de conflito, enquanto o outro tinha saído de Marrocos no ano seguinte. Este último nunca tinha vivido em Espanha, mas a maior parte da sua família vivia no país há sete anos.

Uma vez na Síria, os suspeitos juntaram-se aos grupos da Al-Qaeda e receberam treino militar para ganharem experiência de combate. Após a perda de territórios pelos grupos terroristas, ambos conseguiram mudar-se para a Turquia, onde viveram nos últimos meses na esperança de poderem atravessar clandestinamente para a Europa.

Os dois homens sob investigação conseguiram entrar na Europa há dois meses utilizando a chamada rota dos Balcãs, que os levou através da Turquia, Bulgária, Sérvia, Hungria e Áustria. Na Áustria, um deles foi detido.

O segundo continuou a sua viagem até chegar a Espanha, onde se refugiou numa casa em Mataró. Lá, foi detido por agentes especializados na luta contra o terrorismo e, após ter sido levado perante os tribunais na sexta-feira, ficou em preventiva.

Leia Também: Paquistão destaca luta contra terrorismo após morte do líder da Al-Qaeda

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório