Meteorologia

  • 14 AGOSTO 2022
Tempo
27º
MIN 17º MÁX 27º

Ucrânia identifica "traidores" que ajudaram Rússia a roubar cereais

Em causa estão também os cereais que chegaram esta quinta-feira à Síria.

Ucrânia identifica "traidores" que ajudaram Rússia a roubar cereais
Notícias ao Minuto

19:03 - 04/08/22 por Notícias ao Minuto

Mundo Rússia/Ucrânia

Há novos detalhes acerca do navio sírio, que foi apreendido no Líbano após alegações de que transportava cereais ucranianos roubados, e que chegou esta quinta-feira à Síria. O Serviço de Segurança da Ucrânia (SBU) diz que identificou os "traidores" que alegadamente ajudaram a Rússia a roubar 650 mil toneladas de cereais e que "assinaram" as licenças de exportação. Parte destes cereais eram transportados no navio em questão, o 'Laodicea'.

O SBU refere, numa mensagem divulgada no Telegram, que os cereais, avaliados em 200 milhões de dólares, mais de 195 milhões de euros, terão sido roubados das regiões ocupadas em Kherson e Zaporizhzhia, com a ajuda do ex-deputado regional Yevgeny Balytskyi,  chefe da administração de ocupação russa na parte capturada da região de Zaporizhzhia, Oleksandr Saulenko, autoproclamado autarca interino de Berdyansk, e Volodymyr Stelmachenko, diretor do porto de comércio marítimo de Berdyansk. 

Para esta "atividade ilegal", os russos contratam "navios sob as bandeiras da Federação Russa e da Síria", nomeadamente os navios 'Nadezhd', 'Sormovsky-48', 'Fedor', 'Matros Koshka', 'Matros Pozynych', 'ZHIBEK ZHOLY', 'St. Konstantin', 'Mikhail Nenashev' e o 'Laodicea'.

Foram ainda encontrados mais cinco navios em águas estrangeiras a transportar cereais de portos ucranianos em territórios ocupados pelos russos.

Recorde-se que foi esta quinta-feira que a agência oficial libanesa ANI anunciou que o navio 'Laodicea'' deixou o porto de Tripoli, após uma decisão judicial.

A Ucrânia manifestou-se "desapontada" pela decisão das autoridades libanesas que, segundo o Ministério dos Negócios Estrangeiros, encoraja a Rússia a "prosseguir com total impunidade o roubo no sul da Ucrânia temporariamente ocupado".

Leia Também: Navio que teria cereais da Ucrânia roubados chegou à Síria

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório