Meteorologia

  • 14 AGOSTO 2022
Tempo
27º
MIN 17º MÁX 27º

Tropas russas estão a espalhar minas por Lysychansk, acusa governador

O governador de Lugansk explicou ainda que a cidade tem estado "constantemente" sob bombardeamento.

Tropas russas estão a espalhar minas por Lysychansk, acusa governador
Notícias ao Minuto

17:23 - 29/06/22 por Notícias ao Minuto

Mundo Ucrânia/Rússia

As forças russas que se encontram atualmente na cidade oriental ucraniana de Lysychansk estão a dispersar minas "em qualquer lugar", segundo a informação avançada pelo governador da região de Lugansk, Serhiy Haidai, em declarações à CNN Internacional.

A mesma fonte esclareceu que as minas em causa, apelidadas de "pétalas", são "extremamente perigosas" e que "qualquer criança ou civil que tenha saído para procurar ajuda humanitária pode pisá-las" e, imediatamente, "morrer ou perder um membro".

O governador de Lugansk explicou ainda que a cidade tem estado "constantemente" sob bombardeamento - numa altura em que cerca de 15 mil pessoas permanecem ainda na mesma.

Apesar de toda esta situação, Serhiy Haidai garantiu que era possível às tropas ucranianas "derrotar o inimigo".

"É possível que, durante o assalto de Lysychansk, percam tanto equipamento e tantas tropas que deixem de ser capazes de conduzir totalmente operações ofensivas, durante as quais obteremos mais armas ocidentais que derrotarão o nosso inimigo", acrescentou ainda a fonte ucraniana.

Caso isso aconteça, "não só pararemos, como começaremos a desocupação", disse ainda o governador regional.

Atualmente, a cidade de Lysychansk é a última grande área da região de Lugansk, no leste do país, que ainda permanece sob controlo ucraniano. Isto apesar de, na terça-feira, as forças separatistas russófonas terem alegado já controlar 30% desta cidade, juntamente com o exército russo.

Mas a verdade é que o Ministério da Defesa do Reino Unido confirmou, recentemente, que as forças russas estão a fazer "avanços incrementais" na sua ofensiva para capturar a cidade.

Neste momento, as tropas russas e os seus aliados separatistas controlam já 95% de Lugansk e cerca de metade da região de Donetsk, a outra província que faz parte da zona do Donbass.

Ao 126.º dia da guerra na Ucrânia, que teve início a 24 de fevereiro, a Organização das Nações Unidas (ONU) contabiliza já um total de 4.731 óbitos e de cerca de 5.900 feridos na sequência dos combates no terreno.

Leia Também: Forças separatistas russófonas afirmam controlar 30% de Lysychansk

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório