Meteorologia

  • 14 AGOSTO 2022
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 27º

Quase uma semana depois, afegãos continuam a sentir réplicas do sismo

Governo afegão diz que a região "ainda não está segura" para os sobreviventes. Pelo menos 1.150 pessoas morreram.

Quase uma semana depois, afegãos continuam a sentir réplicas do sismo
Notícias ao Minuto

15:14 - 27/06/22 por Notícias ao Minuto

Mundo Afeganistão

As réplicas do sismo que abalou, na passada terça-feira, a província afegã de Paktika continuam a sentir-se e a região permanece insegura para os residentes da região. O terramoto de magnitude 5.9 na escala de Richter provocou a morte a pelo menos 1.150 pessoas e deixou vários milhares feridas. 

“O lugar ainda não está seguro”, afirmou Qalandar Ibad, ministro da Saúde Pública, numa conferência de imprensa em Cabul, citado pela agência de notícias Reuters.

Segundo o governante, as réplicas continuam a sentir-se na região e, na passada sexta-feira, pelo menos cinco pessoas morreram e outras 11 ficaram feridas

No total, cerca de 10 mil habitações ficaram destruídas e, de acordo com Ibad, as estruturas que ficaram parcialmente danificadas não são habitáveis, obrigando os sobreviventes a viver em tendas.

Entre as mais de mil vítimas mortais, estão 155 crianças. Outras 250 ficaram feridas e 65 orfãs, revelou o Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA, na sigla em inglês), no mais recente balanço sobre a catástrofe.

Leia Também: OMS reforça ajuda ao Afeganistão após sismo

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório