Meteorologia

  • 09 AGOSTO 2022
Tempo
19º
MIN 17º MÁX 31º

AO MINUTO: Zelensky apela a bielorrussos; Russos disparam 150 mísseis

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a guerra na Ucrânia.

AO MINUTO: Zelensky apela a bielorrussos; Russos disparam 150 mísseis
Notícias ao Minuto

07:36 - 26/06/22 por Notícias ao Minuto

Ao Minuto Mundo Ucrânia

Ao 123.º dia de guerra, Kyiv 'acordou' sob fortes explosões. A capital, que não era atingida pelos bombardeios russos há quase três semanas, foi atingida com, pelo menos, três explosões.

Estes ataques ocorrem no dia em que começa a cimeira do G7, evento em que Volodymyr Zelensky vai participar e em que irá reforçar o pedido para um novo pacote de sanções contra a Rússia.

Tem hoje início o 5.º mês da invasão russa.

Fim de cobertura

Beatriz Maio | há 1 mês

Boa noite! Damos por terminado o acompanhamento AO MINUTO dos desenvolvimentos da invasão russa da Ucrânia. Poderá acompanhar uma nova cobertura na manhã de segunda-feira. 

Um morto e oito pessoas feridas no oblast de Donetsk

Beatriz Maio | há 1 mês

As forças russas fizeram, este domingo, um morto e oito feridos no oblast de Donetsk, segundo o relato do governador da região Pavlo Kyrylenko.

Forças russas disparam 150 mísseis sobre a região Sumy

Beatriz Maio | há 1 mês

As forças russas disparam 150 mísseis sobre Sumy Oblast, através de helicópteros. A informação foi avançada pelo governador da região, Dmytro Zhyvytsky no Telegram a dar conta de uma vítima mortal e um ferido devido aos ataques russos às comunidades de Yunakivka, Bilopillia, Krasnopillia, e Shalyhine.

Zelensky apela aos bielorrussos para que resistam aos objetivos militares

Beatriz Maio | há 1 mês

Nas redes sociais o presidente ucraniano Volodymyr Zelensky falou aos bielorrussos, afirmando: "O Kremlin já decidiu tudo por vós, as vossas vidas não valem nada para eles. Mas vocês não são escravos nem forragem de canhão. Não têm de morrer. E não podem deixar que ninguém decida por vós o que vos espera a seguir".

A Rússia tem vindo a aumentar a sua presença militar na Bielorrússia, enquanto os militares bielorrussos prolongaram os exercícios militares. 

Rússia diz que Ucrânia atacou novamente plataformas no Mar Negro

Beatriz Maio | há 1 mês

Os oficiais russos afirmam que as Forças Armadas da Ucrânia atingiram pela segunda vez numa semana as plataformas de perfuração de petróleo da empresa ucraniana Chornomornaftogaz, uma subsidiária da empresa estatal de petróleo e gás da Ucrânia Naftogaz, noticiou a TASS, um órgão de comunicação social russo controlado pelo Estado, citada pela Reuters

Músicos ucranianos unem-se no palco de Glastonbury

Beatriz Maio | há 1 mês

A banda folclórica ucraniana DakhaBrakha e a vencedora da Eurovisão em 2016, Jamala, atuaram juntos no palco da Pirâmide de Glastonbury na tarde deste domingo, partilhando uma mensagem para "parar Putin". Jamala que ganhou o concurso ao representar a Ucrânia e foi recebida no palco como convidada especial de DakhaBrakha, não perdeu a oportunidade para partilhar a sua opinião: "Só podemos deter este mal se estivermos unidos", disse realçando: "Estamos a lutar pela liberdade, pela igualdade... é a minha primeira vez em Glastonbury e vejo essa liberdade aqui".

 

Instituição de caridade pede a líderes mundiais que "não desviem o olhar"

Beatriz Maio | há 1 mês

A instituição de caridade Save The Children pediu aos líderes mundiais que "não desviem o olhar" da guerra na Ucrânia, após, segundo relatos, um berçário ter sido atingido por um ataque de mísseis russos. "Quatro meses após o conflito ter começado, crianças e famílias na Ucrânia ainda acordam com bombardeamentos aéreos", afirmou o diretor nacional da Save the Children na Ucrânia, Pete Walsh, acrescentando: "O imenso dano físico e emocional que esta guerra está a causar às crianças é inimaginável".

De acordo com a Sky News, Pete Walsh admitiu que até agora mais de 800 crianças foram mortas durante a guerra, o que a seu ver "deveria ser um alerta aos líderes mundiais para não desviarem o olhar". "Ainda não existe um lugar seguro para as crianças na Ucrânia e os líderes devem fazer tudo o que estiver ao seu alcance para pôr fim a este conflito", reiterou.

Ucrânia compra 2.900 sistemas de mísseis anti-tanque a empresa alemã

Beatriz Maio | há 1 mês

A Ucrânia comprou à empresa de defesa alemã Dynamit Nobel 2.900 sistemas de mísseis anti-tanque RGW 90 com um alcance de até 500 metros, relata o jornal alemão Welt am Sonntag.

Destruídos 4 mil prédios residenciais e quase 100 instituições médicas

Beatriz Maio | há 1 mês

Mais de 4 mil edifícios residenciais e quase 100 instituições médicas foram destruídos em Kharkiv, avança o chefe regional Oleh Syniehubov, partilhando, nas redes sociais, imagens de uma instalação desportiva completamente danificada

Na sua publicação escreveu: "Antes da guerra, mais de mil crianças e estudantes treinavam aqui todos os dias" e frisou: "Não podemos dar-nos ao luxo de relaxar, ignorar a ansiedade pode custar uma vida". Por fim, aconselhou os residentes a passarem tanto tempo "nos abrigos tanto quanto possível" e a evitarem estar na rua. 

 

Russos queimaram todos os livros de Igreja em Mariupol

Beatriz Maio | há 1 mês

O parlamento ucraniano divulgou nas redes sociais que todos os livros da biblioteca da Igreja de Petra Mohyly em Mariupol foram queimados pelos invasores russos, revelando que se perderam cópias únicas de publicações ucranianas em inglês. "Nunca fomos 'povos fraternais'", pode ler-se na publicação, que frisa: "Ao contrário dos russos, podemos ler e apreciar livros".

Tropas russas retiram-se do noroeste da Ucrânia após ataque mal sucedido

Beatriz Maio | há 1 mês

As tropas russas retiraram-se após um ataque mal sucedido perto da aldeia de Pavlivka, no noroeste da Ucrânia, informou o Estado-Maior General das Forças Armadas da Ucrânia, que também divulgou que as forças russas estão a tentar bloquear Lysychansk com a ajuda de artilharia pesada.

Jardim de infância danificado após bombardeamento russo em Kyiv

Beatriz Maio | há 1 mês

Os mísseis russos atingiram o complexo de um jardim de infância no centro de Kyiv, deixando peças de metal e madeira espalhadas, informa o ministério dos Negócios Estrangeiros ucraniano ao partilhar um vídeo do local no Twitter. Um porta-voz da força aérea ucraniana disse, segundo a Sky News, que foram disparados entre quatro a seis mísseis de longo alcance nos bombardeamentos russos provenientes da região de Astrakhan, no sul da Rússia.

Rússia já roubou pelo menos 500 mil toneladas de cereais

Beatriz Maio | há 1 mês

De acordo com o ministério da Agricultura ucraniano, a Rússia já roubou pelo menos 500 mil toneladas de cereais desde o início da invasão a 24 de fevereiro, avança o parlamento ucraniano nas redes sociais. Segundo o vice-ministro da Agricultura, Taras Vysotsky, antes da guerra havia 1,5 milhões de toneladas de cereais nos territórios atualmente ocupados pela Rússia.

"Russos disparam contra russos", diz conselheiro ucraniano

Beatriz Maio | há 1 mês

Um conselheiro do ministério dos assuntos internos da Ucrânia esclareceu nas redes sociais que está uma mulher russa entre os feridos nos ataques de mísseis em Kyiv da manhã deste domingo. Anton Gerashchenko visitou o local atingido e descreveu o cenário como "horrível", acrescentando que "a mulher resgatada dos destroços é uma cidadã russa", que está, de momento, a ser assistida no hospital. "Os russos disparam contra os russos", findou.

Presidente indonésio instará homólogos russos e ucranianos a dialogar

Beatriz Maio | há 1 mês

O Presidente indonésio Joko Widodo afirmou este domingo que instará os seus homólogos russos e ucranianos a abrir espaço para o diálogo. "A guerra tem de ser travada e as cadeias globais de abastecimento alimentar têm de ser reativadas", declarou antes de ir para a Alemanha para participar na cimeira do G7 na segunda-feira.

Salientou ainda que encorajaria os países do G7 a procurar a paz na Ucrânia após a invasão da Rússia e a encontrar uma solução imediata para a crise alimentar e energética global.

Biden condena ataque de mísseis russos contra Kyiv

Beatriz Maio | há 1 mês

O Presidente dos Estados Unidos da América (EUA), Joe Biden, apelidou de "bárbaro" o ataque com mísseis russos ao centro de Kyiv, este domingo, avança o jornal The Kyiv Independent.

Reino Unido pronto para emprestar 497 milhões de euros à Ucrânia

Beatriz Maio | há 1 mês

O governo do Reino Unido divulgou este domingo que está pronto a fornecer o equivalente a 497 milhões de euros como empréstimo ao Banco Mundial à Ucrânia. "O Reino Unido continuará a apoiar a Ucrânia a cada passo do caminho porque sabemos que a sua segurança é a nossa segurança, e a sua liberdade é a nossa liberdade", disse o primeiro-ministro do Reino Unido Boris Johnson. O empréstimo cobrirá custos tais como os salários no sector público e o funcionamento de escolas e hospitais, segundo comunicado do governo britânico.

França apoia proibição das exportações de ouro russo

Beatriz Maio | há 1 mês

Após o Reino Unido, os Estados Unidos da América (EUA), Japão e Canadá terem decidido liderar o G7 na proibição da importação de ouro russo, agora também a França apoia esta decisão. Contudo, a proposta precisa agora de ser discutida entre os 27 membros da União Europeia.

Um funcionário da presidência francesa revelou este domingo que Paris não se opõe a um limite máximo para os preços do petróleo russo, mas pretende que o G7 discuta um escudo de preços que estabeleça um limite máximo para os preços do petróleo e do gás para conter a inflação, informa a Sky News.

Últimos confrontos "podem ser ataque simbólico antes da cimeira da NATO"

Beatriz Maio | há 1 mês

O presidente da câmara de Kyiv, Vitali Klitschko, comentou que os últimos confrontos "podem ser um ataque simbólico antes da cimeira da NATO" em Madrid, avança a Sky News. Estas declarações surgiram após as autoridades terem confirmado a morte de uma pessoa e cinco feridos na sequência dos ataques deste domingo.

Londres adverte Paris contra tentação de negociar solução para a guerra

Andrea Pinto | há 1 mês

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, advertiu hoje o Presidente francês, Emmanuel Macron, contra a tentação de negociar uma solução na Ucrânia com risco de prolongar a "instabilidade mundial", indicou Downing Street.

Charles Michel confiante em solução para sancionar ouro russo sem impacto

Beatriz Cavaca | há 1 mês

O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, disse hoje estar confiante de que se poderão encontrar soluções para sancionar o setor do ouro russo sem sofrer as consequências dessa decisão.

Charles Michel confiante em solução para sancionar ouro russo sem impacto

O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, disse hoje estar confiante de que se poderão encontrar soluções para sancionar o setor do ouro russo sem sofrer as consequências dessa decisão.

Lusa | 13:17 - 26/06/2022

Moscovo diz ter atingido centro de treino militar perto da Polónia

Andrea Pinto | há 1 mês

A Rússia anunciou hoje ter atingido três centros de treino militar no norte e no oeste da Ucrânia, incluindo um perto da fronteira com a Polónia, ataques realizados nas vésperas de uma cimeira da NATO.

Charles Michel confiante em solução para sancionar ouro russo sem impacto

Andrea Pinto | há 1 mês

O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, disse hoje estar confiante de que se poderão encontrar soluções para sancionar o setor do ouro russo sem sofrer as consequências dessa decisão.

Papa Francisco pede para não esquecer a Ucrânia e apelou ao diálogo no Eq

Andrea Pinto | há 1 mês

O Papa Francisco pediu hoje para não esquecer o povo ucraniano atingido pela guerra e apelou ao diálogo no Equador, no final da tradicional oração do Angelus, celebrada no palácio apostólico, na Praça de São Pedro.

"Vejo que há bandeiras ucranianas", disse Francisco, e lembrou que no país "continuam os bombardeios que causam morte, destruição e sofrimento à população". 

Na praça encontravam-se alguns grupos de refugiados ucranianos na Itália. "Por favor, não esqueçamos essas pessoas atingidas pela guerra. Não vamos esquecê-las em nossos corações e em nossas orações", afirmou

G7 e NATO devem "permanecer juntos" contra agressão russa

Andrea Pinto | há 1 mês

O G7, reunido hoje na Baviera (Alemanha), e a NATO devem "permanecer juntos" contra a agressão russa da Ucrânia, disse hoje o Presidente norte-americano, Joe Biden, antes de um encontro com o chanceler alemão, Olaf Scholz.
  

Kyiv pede ao G7 mais armas e mais sanções contra Moscovo

Andrea Pinto | há 1 mês

O Governo ucraniano apelou hoje aos países do G7 reunidos na Baviera, Alemanha, para enviarem mais armas e aplicarem mais sanções contra a Rússia, depois de novos ataques russos ao amanhecer num distrito perto do centro de Kyiv.

Reino Unido apela no G7 a apoio "pelo tempo que for necessário"

Andrea Pinto | há 1 mês

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, vai apelar hoje aos países membros do G7 para que mantenham o apoio económico, militar e moral à Ucrânia "pelo tempo que for necessário", anunciou hoje Downing Street.

"É impossível chegar a um acordo. Putin quer matar-nos", diz Poroshenko

Andrea Pinto | há 1 mês

O ex-presidente ucraniano afirmou hoje, em entrevista ao El Pais, que "é impossível chegar a um acordo com a Rússia".

"Putin quer matar-nos", afirmou Petro Poroshenko, afirmando ainda que o país está a enfrentar uma guerra em defesa de todo o Ocidente.

Ministro russo faz primeira inspeção a militares em território ucraniano

Andrea Pinto | há 1 mês

O ministro da Defesa russo, Serguei Shoigu, fez a sua primeira visita de inspeção ao contingente militar russo estacionado na Ucrânia, informou hoje o seu gabinete de imprensa.

"O ministro da Defesa russo, general do Exército, Serguei Shoigu, inspecionou o agrupamento de tropas que participam na operação militar na Ucrânia", disse a tutela num comunicado divulgado no Telegram.

"O custo da vitória russa na Ucrânia é demasiado elevado", diz Boris

Andrea Pinto | há 1 mês

Num discurso protagonizado no início da cimeira do G7, Boris Johnson disse que o Ocidente precisa de manter a sua unidade face à agressão de Moscovo. O primeiro-ministro britânico considera que é preciso reconhecer os custos das sanções à Rússia, mas é preciso também preciso perceber que os custos de uma vitória russa serão ainda mais elevados.

"Mas o preço do recuo, o preço de permitir que Putin tenha sucesso, pilhar grandes partes da Ucrânia, continuar o seu programa de conquista - esse preço será muito, muito mais elevado", disse, citado pelo El Mundo.

Há pelo menos um morto e vários feridos em Kyiv

Andrea Pinto | há 1 mês

Várias explosões foram sentidas esta madrugada na capital ucraniana, Kyiv. Os ataques terão provocado vários feridos e, pelo menos, um morto, reporta o Kyiv Independent. Membros dos Serviços de Emergência Médica procuram vítimas entre os escombros dos edifícios atingidos.

Notícias ao Minuto Kyiv© State Emergency Service  

Ataque a edifício residencial em Kyiv faz vários feridos

Andrea Pinto | há 1 mês

Um edifício de nove andares foi atingido por um míssil em Kyiv. Sob os seus escombros há várias vítimas, revelou o presidente da câmara da capital ucraniana, Vitali Klitschko, na sua conta do Telegram.

"Na manhã de 26 de Junho, um foguete atingiu um edifício residencial de nove andares em Kyiv, há vítimas, as pessoas permanecem debaixo dos escombros", disse Klitschko, acrescentando que "alguns residentes foram evacuados, duas vítimas foram hospitalizadas".

Reino Unido, EUA, Canadá e Japão proíbem as importações de ouro russo

Andrea Pinto | há 1 mês

O Reino Unido, EUA, Canadá e Japão irão proibir as importações de ouro russo, naquilo que constitui mais uma sanção ao Kremlin, como resposta à invasão da Ucrânia. O anúncio foi feito por Downing Street, no primeiro dia da cimeira do G7.

"Estas medidas irão atacar diretamente os oligarcas russos e atacar o coração da máquina de guerra de Putin", disse o primeiro-ministro britânico Boris Johnson.

Zelensky assinala o início do 5.º mês de conflito

Andrea Pinto | há 1 mês

Na sua página de Instagram, o presidente ucraniano marca o início do 5.º mês da invasão russa. Volodymyr Zelensky afirma que os russos acreditavam que "iam capturar a maior parte do país ao 5.º dia", mas lembra que ao 5.º mês ainda "ainda encena um espetáculo de mísseis".

Contudo, assume que esta "fase da guerra é moralmente difícil, emocionalmente difícil", mas está crente de que "o inimigo não será bem sucedido, quando compreendemos que ainda seremos capazes de defender o nosso Estado".

Pelo menos um ferido nas explosões em Kyiv

Andrea Pinto | há 1 mês

Estão a decorrer os trabalhos de extinção de incêndios provocados pelas explosões em Kyiv, esta madrugada. Enquanto isso, fazem-se já balanços sobre as vítimas e os estragos causados.

De acordo com o serviço de emergência ucraniano, há pelo menos um ferido.

Rússia assume o controlo de quase toda a região de Lugansk

Andrea Pinto | há 1 mês

As milícias da autoproclamada República de Lugansk (LPR) anunciaram que, juntamente com as tropas russas, entraram em Lisichansk, o último reduto ucraniano naquela região da Ucrânia oriental, onde os combates já estão a decorrer dentro da cidade.

"As milícias populares e forças aliadas da Federação Russa entraram na cidade de Lisichansk. A luta já está em curso na zona urbana", disse Andrei Marochko, tenente-coronel da milícia Lugansk, conforme citado pela agência noticiosa russa TASS.

 

Explosões atingem Kyiv de madrugada

Andrea Pinto | há 1 mês

O presidente da câmara de Kyiv, Vitali Klitschko, disse que várias explosões foram sentidas esta madrugada na capital ucraniana. As explosões terão ocorrido no distrito de Shevchenkivsky, onde os serviços de emergência foram resgatar e evacuar os moradores, avançou o autarca na plataforma Telegram.

Zelensky vai pedir ao G7 mais apoio face a "chuva de mísseis" russos

Andrea Pinto | há 1 mês

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, disse que irá pedir mais assistência militar na cimeira do G7, que começa hoje, perante o que chamou de "chuva de mísseis" russos. No vídeo diário dirigido ao povo da Ucrânia, na noite de sábado, Zelensky disse que o país "precisa mais do que qualquer outro lugar do mundo" dos "sistemas modernos" de defesa militar que fazem parte dos arsenais de vários países ocidentais.

 

Para recordar

Andrea Pinto | há 1 mês
  • Zelensky diz que Ucrânia "reconquistará" cidades que perdeu para a Rússia: O presidente ucraniano Volodymyr Zelensky acredita que a Ucrânia "reconquistará" as cidades que perdeu para a Rússia, incluindo Severodonestk. 
  • Comandante ucraniano diz que 80% dos fuzileiros foram mortos ou feridos: "A minha unidade era totalmente composta por soldados profissionais com muita experiência. Agora, 80% estão incapacitados devido a ferimentos graves ou mortos", disse Oleksandr, comandante de uma unidade de fuzileiros
  • Ataques russos matam três civis em Donetsk: Segundo o governador de Donetsk Oblast, Pavlo Kyrylenko, três civis foram mortos em Bakhmut, Niu-York, e Pervomaiske em Donetsk Oblast, este sábado. 
  • Mais de 34.700 soldados russos mortos, avança a Ucrânia: Na sua actualização diária sobre as perdas inimigas, o ministério informou, ainda, que 217 aviões, 184 helicópteros e 1.511 tanques também tinham sido destruídos. 

Bom dia!

Andrea Pinto | há 1 mês

Damos início a um novo acompanhamento AO MINUTO da guerra na Ucrânia. Poderá recordar tudo o que aconteceu no sábado no link abaixo:

AO MINUTO: Sanções "não são suficientes"; Ucrânia sem 80% dos fuzileiros

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a guerra na Ucrânia.

Notícias ao Minuto | 09:07 - 25/06/2022

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório