Meteorologia

  • 10 AGOSTO 2022
Tempo
26º
MIN 17º MÁX 26º

Homem no Japão embebeda-se, dorme na rua e perde dados de 460 mil pessoas

O funcionário terá perdido uma 'pen' com os dados pessoais dos residentes da cidade de Amagasaki.

Homem no Japão embebeda-se, dorme na rua e perde dados de 460 mil pessoas
Notícias ao Minuto

22:16 - 24/06/22 por Notícias ao Minuto

Mundo Japão

Histórias de amnésia depois de uma noite de copos não são acontecimentos incomuns, e raramente são acontecimentos dignos de notícia. Mas um homem no Japão fez manchete na sexta-feira quando foi anunciado que este perdera um pequeno disco externo (ou 'pen') depois de uma noite de copos com os colegas. O problema?: a 'pen' continha moradas e dados pessoais de 460 mil pessoas.

A história insólita aconteceu na terça-feira, na cidade de Amagasaki, na província japonesa de Hyogo. O homem é funcionário de uma empresa chamada Biprogy Inc. que, durante a pandemia, foi subcontratada pelo governo local para gerir o pagamento de subsídios de apoio à população da pequena cidade, com cerca de 460 mil habitantes.

Segundo contou o presidente da sucursal da empresa responsável pela operação, Yuji Takeuchi, numa conferência de imprensa citada pela NBC News, o homem terá transferido os dados dos habitantes para uma 'pen' ao sair do trabalho e foi a um restaurante com colegas de trabalho.

No restaurante, os trabalhadores beberam uma quantidade não recomendável de álcool, ao ponto do homem perder a 'pen' e acabar a noite a dormir na rua.

Na 'pen', estão então dados pessoais dos habitantes de Amagasaki, incluindo moradas e dados bancários.

O funcionário da Biprogy não se terá apercebido de imediato que perdera a 'pen', que estava num saco. Yuji Takeuchi contou que o homem acordou às 3h00 da manhã, foi para casa e, passadas seis horas, ligou à empresa a informar que ia tirar uma folga. "Na altura, não houve relato da perda do saco", disse.

Apenas durante a tarde é que o homem declarou a perda da 'pen'. Felizmente, conseguiu recuperar o saco e a 'pen' graças aos serviços de localização do telemóvel.

O CEO da empresa, Akiyoshi Hiraoka, disse na mesma conferência de imprensa que as palavras-passe e a encriptação dos dispositivos não foi alterada e que os serviços de segurança iriam monitorizar a 'dark web', para ter a certeza que não houve partilha de dados.

O líder da Biprogy não revelou, no entanto, como é que o funcionário será punido, mas deixou claro que foram quebradas regras de partilha de ficheiros da empresa ao transferir dados pessoais de cidadãos para uma 'pen'.

Leia Também: "Devíamos estar bêbados quando aprovámos o AMG One"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório