Meteorologia

  • 15 AGOSTO 2022
Tempo
19º
MIN 18º MÁX 27º

Alemanha introduz passe de 9 euros para todos os transportes públicos

Medida engloba todo o país e exclui apenas os comboios de alta velocidade.

Alemanha introduz passe de 9 euros para todos os transportes públicos
Notícias ao Minuto

16:26 - 25/05/22 por Notícias ao Minuto

Mundo Mobilidade

Na Alemanha aprovou, na sexta-feira, um passe mensal de transportes públicos, através do qual os alemães poderão usar quaisquer transportes públicos, em qualquer cidade, por apenas nove euros. A medida entra em vigor no dia 1 de junho e durará quase todo o verão, até ao final de agosto.

O passe, que foi aprovado no Reichstag, o parlamento alemão, na sexta-feira, prevê que os utilizadores possam usar transportes dentro de cidades e entre cidades diferentes. A única exceção prende-se com o uso de comboio de longo curso, os famosos ICE alemães, cujos custos são mais elevados.

Além de reduzir significativamente os custos habituais das viagens em transportes públicos, a lei procura também motivar os alemães a preferir o uso de transportes 'verdes' aos fins de semana e no verão, e reduzir assim o tráfego automóvel gradualmente.

A iniciativa vai custar ao governo alemão cerca de 2,5 mil milhões de euros, mas o executivo de Berlim argumenta que, apesar dos custos elevados, o impacto ambiental e na mobilidade valerão a pena. Citado pelo The Guardian, o ministro dos transportes alemão, Volker Wissing, do partido liberal FDP que faz parte da coligação, considerou que esta é uma "enorme oportunidade" para promover os transportes públicos como uma alternativa ao carro.

Os 2,5 mil milhões destinam-se às empresas de transportes públicos, mas também a reembolsos aos alemães que já adquiriram passes anuais, pelo menos pelo valor pago durante estes próximos três meses.

O montante de 9 euros acaba por ser uma fração pequena do preço dos transportes públicos em qualquer cidade alemã. Por exemplo, os habitantes de Berlim habitualmente pagam 86 euros pelo passe mensal (segundo o site da S-Bahn, a empresa de metropolitanos das cidades alemãs).

A medida surge ainda numa altura em que os preços dos combustíveis continuam elevados e a inflação na Europa atinge valores recorde, face à crise económica e energética adensada pela guerra na Ucrânia. O líder do partido Os Verdes, que também faz parte da solução governativa na Alemanha, salientou o alívio financeiro para os condutores que sentem mais os efeitos da inflação.

Para responder ao aumento da oferta que se prevê, a Deutsche Bahn, a operadora nacional de caminhos-de-ferro, adiantou que já começou a vender os novos bilhetes mensais, a partir da passada segunda-feira. E, segundo o site Rail Tech, a divisão regional da operadora irá disponibilizar mais 50 comboios e criar mais 250 serviços e horários.

No total, os comboios regionais da Deutsche Bahn e a S-Bahn em Berlin contarão com mais 60 mil lugares e o quádruplo dos trabalhadores.

Leia Também: Comboio de alta velocidade será "transformador" para Leiria e Coimbra

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório