Meteorologia

  • 07 JULHO 2022
Tempo
38º
MIN 21º MÁX 38º

Ruanda denuncia disparos de morteiros a partir da RDCongo

O Ruanda anunciou hoje que vários civis ficaram feridos em consequência do disparo de morteiros por militares da vizinha República Democrática do Congo (RDCongo) e pediu uma "investigação urgente" sobre o incidente.

Ruanda denuncia disparos de morteiros a partir da RDCongo
Notícias ao Minuto

19:27 - 23/05/22 por Lusa

Mundo Ruanda

Os morteiros caíram no distrito de Musanze, na fronteira com a RDCongo, "ferindo vários civis e danificando casas", segundo um comunicado do Exército ruandês.

Os disparos ocorreram hoje de manhã e prolongaram-se durante 21 minutos, segundo o Exército, que não forneceu mais detalhes.

"A situação na área é normal e a segurança está garantida", disse o porta-voz do Exército ruandês, coronel Ronald Rwivanga.

Kigali disse que solicitou ao Mecanismo de Verificação Conjunta Alargado (MCVE, na sigla em francês), um órgão regional que monitora e investiga incidentes de segurança na região volátil dos Grandes Lagos, para iniciar uma investigação imediata.

"As autoridades ruandesas também contactaram os seus homólogos da RDCongo sobre este incidente", disse o coronel Rwivanga.

O Exército da RDCongo não reagiu imediatamente às acusações ruandesas.

Os dois países vizinhos têm relações tensas desde o genocídio no Ruanda em 1994.

Desde a chegada em massa à RDCongo de hutus ruandeses acusados ??de massacrar tutsis durante o genocídio, Kigali tem sido regularmente acusada por Kinshasa de incursões no seu território e de apoio a grupos armados no leste do país.

As relações tensas atenuaram-se com a chegada ao poder no início de 2019 do Presidente da RDCongo, Félix Tshisekedi, que se encontrou em várias ocasiões com o seu homólogo ruandês, Paul Kagame.

Mas o reinício de atividade armada do M23, um movimento rebelde ativo no leste da RDCongo, reacendeu as suspeitas, com o Ruanda a ser acusado de apoiar esse movimento armado, o que nega.

Leia Também: Reino Unido notifica primeiros 50 migrantes a serem enviados para Ruanda

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório