Meteorologia

  • 25 JUNHO 2022
Tempo
23º
MIN 15º MÁX 23º

Pelo menos seis mortos em desabamento de prédio em construção no Irão

Pelo menos seis pessoas morreram hoje e dezenas ficaram feridas ou estão desaparecidas devido ao desabamento de um edifício em construção em Abadan, no sudoeste do Irão, segundo várias fontes.

Pelo menos seis mortos em desabamento de prédio em construção no Irão

"Partes do edifício Metropol, de dez andares, em Abadan, na província do Cuzistão, desmoronaram", noticiou a televisão estatal.

"Seis pessoas perderam a vida e outras 27 ficaram feridas no acidente", indicou a mesma fonte.

Um anterior balanço, fornecido à televisão pelo porta-voz do Serviço Nacional de Emergência iraniano, Mojtaba Khaledi, referia quatro mortos e 21 feridos.

De acordo com a filial regional do Crescente Vermelho iraniano, há pelo menos 80 pessoas soterradas nos escombros, e cães de resgate foram mobilizados para encontrá-las.

Com uma espessa poeira cinzenta no ar, moradores e transeuntes observavam as ruínas do edifício, alguns ainda atordoados, outros gritando de horror, nas imagens transmitidas pela televisão iraniana.

Bombeiros removiam os escombros com a ajuda de gruas, procurando sobreviventes, indicou a mesma fonte.

Em vídeos divulgados nas redes sociais, é possível ver a retirada de cadáveres tapados com cobertores em macas, enquanto mulheres choram.

Muitas viaturas ficaram danificadas ou mesmo destruídas pela queda de entulho, algumas delas com ocupantes no interior, segundo esses vídeos.

O Presidente iraniano, Ebrahim Raïssi, em visita a Omã, ordenou aos bombeiros para "enviarem imediatamente forças de resgate e o equipamento necessário para remover os escombros" em Abadan, noticiou a agência oficial Irna.

"Cerca de 40% do edifício ficou destruído e corre o risco de desabar totalmente", alertou o governador da cidade, Ehsan Abbaspur, ordenando a evacuação dos prédios vizinhos, muito próximos.

O edifício estava ainda em construção, de acordo com a televisão. O empreiteiro que supervisionava as obras e o proprietário foram detidos, indicou Hamid Maranipur, procurador da cidade, que tem mais de 230.000 habitantes.

Foi aberta uma investigação para determinar as causas do acidente.

O prédio situa-se na "rua central mais movimentada da cidade", onde os edifícios circundantes são sobretudo ocupados por atividades "comerciais, médicas" ou acolhem "escritórios", como se previa fosse o caso do edifício que desabou, indicou a televisão.

No início de 2017, o edifício Plasco, um centro comercial de 15 pisos datado do início da década de 1960, desabou no centro de Teerão, quando os bombeiros combatiam havia horas um incêndio lá deflagrado e retiravam os ocupantes.

Segundo o balanço oficial, 22 pessoas -- das quais 16 bombeiros -- morreram nessa tragédia que causou danos no valor total de 15 biliões de riais (365 milhões de euros) e deixou 3.500 pessoas no desemprego.

Leia Também: Ex-reclusa no Irão diz ter sido obrigada a assinar confissão falsa

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório