Meteorologia

  • 03 JULHO 2022
Tempo
29º
MIN 17º MÁX 29º

Zelensky diz que 87 pessoas morreram em bombardeamento russo no norte

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, disse hoje que 87 pessoas morreram num ataque russo, em 17 de maio, a uma base militar ucraniana no norte do país.

Zelensky diz que 87 pessoas morreram em bombardeamento russo no norte
Notícias ao Minuto

13:07 - 23/05/22 por Lusa

Mundo Ucrânia

"Hoje, sob os escombros em Desna, há 87 vítimas. Oitenta e sete cadáveres, vítimas que foram mortas", declarou Zelensky, no discurso que realizou por videoconferência na reunião anual do Fórum Económico Mundial, em Davos, na Suíça.

O ataque teve como alvo esta vila que abriga um grande campo de treino militar, localizada a cerca de 60 quilómetros a norte de Kiev, na região de Cherniguiv.

Este ataque pode ser um dos mais mortais pelos bombardeamentos russos na Ucrânia desde o início da guerra.

"Estas pessoas não conhecerão o futuro da Ucrânia", acrescentou Zelensky sobre as vítimas.

A Ucrânia está a "pagar caro pela liberdade e independência e por esta guerra", acrescentou o Presidente ucraniano.

Um relatório fornecido pelos serviços de emergência locais, em 17 de maio, relatou oito mortos e 12 feridos.

Este foi um ataque incomum nesta região perto da capital e realizado várias semanas após a retirada das tropas russas da região de Kiev, que ocorreu nos últimos dias de março.

A guerra na Ucrânia, iniciada em 24 de fevereiro, causou já a fuga de mais de 14 milhões de pessoas de suas casas -- cerca de oito milhões de deslocados internos e mais de 6,3 milhões para os países vizinhos -, de acordo com os mais recentes dados da ONU, que classifica esta crise de refugiados como a pior na Europa desde a Segunda Guerra Mundial (1939-1945).

Também segundo as Nações Unidas, cerca de 15 milhões de pessoas necessitam de assistência humanitária na Ucrânia.

A invasão russa foi condenada pela generalidade da comunidade internacional, que respondeu com o envio de armamento para a Ucrânia e o reforço de sanções económicas e políticas a Moscovo.

[Notícia atualizada às 13h56]

Leia Também: Situação sem precedentes justifica regras orçamentais suspensas"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório