Meteorologia

  • 27 JUNHO 2022
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 23º

Depois de França, Rússia expulsa 24 funcionários da embaixada de Itália

Trata-se de uma medida de retaliação após Itália ter decidido expulsar 30 diplomatas russos por razões de “segurança nacional”, no mês passado.

Depois de França, Rússia expulsa 24 funcionários da embaixada de Itália
Notícias ao Minuto

12:37 - 18/05/22 por Notícias ao Minuto

Mundo Guerra na Ucrânia

A Rússia vai expulsar 24 funcionários da embaixada de Itália em Moscovo, avançou, esta quarta-feira, a agência de notícias russa RIA, que cita o Ministério dos Negócios Estrangeiros russo. 

Segundo a publicação, trata-se de uma medida de retaliação após Itália ter decidido expulsar 30 diplomatas russos por razões de “segurança nacional”, no mês passado.

A notícia surge no mesmo dia em que o Ministério dos Negócios Estrangeiros russo declarou 34 diplomatas franceses ‘persona non grata’, também num golpe de retaliação face à expulsão de 35 diplomatas russos em França, e de outros seis espiões russos "sob cobertura diplomática".

Também esta quarta-feira, o ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Sergey Lavrov, convocou o embaixador espanhol em Moscovo, Marcos Gómez. A informação foi confirmada por fontes diplomáticas à agência de notícias Europa Press, que avançam que este poderá ser o primeiro passo para a expulsão de funcionários diplomáticos de Espanha na Rússia.

Assinala-se, esta quarta-feira, o 84.º dia da invasão russa da Ucrânia. Segundo os mais recentes dados confirmados pela Organização das Nações Unidas (ONU), que alerta que o número real pode ser muito superior, 3.752 civis morreram e outros 4.062 ficaram feridos desde o início da invasão.

Leia Também: AO MINUTO: Áustria? NATO é "situação diferente"; 959 soldados renderam-se

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório