Meteorologia

  • 06 JULHO 2022
Tempo
19º
MIN 17º MÁX 34º

Governo talibã dissolve comissão de direitos humanos no Afeganistão

Os talibãs, que voltaram ao poder no país em agosto de 2021, justificaram a decisão com a grave crise financeira e económica.

Governo talibã dissolve comissão de direitos humanos no Afeganistão
Notícias ao Minuto

11:08 - 17/05/22 por Notícias ao Minuto

Mundo Afeganistão

O governo talibã anunciou na segunda-feira que iria dissolver cinco departamentos, criados pelo anterior governo com o apoio dos Estados Unidos, incluindo a Comissão dos Direitos Humanos, alegando que a forte crise económica e financeira que o Afeganistão vive não permite o investimento na comissão.

Segundo a agência Reuters, citando um comunicado do governo talibã divulgado no sábado, o défice orçamental do Afeganistão é de 44 mil milhões de afeganes (cerca de 482 milhões de euros). Devido à dívida avultada, disse um porta-voz do governo talibã, estes departamentos "foram considerados desnecessários e não foram incluídos no orçamento", tendo sido "dissolvidos".

O governo talibã deixou claro que o orçamento foi criado "com base em factos objetivos", e não com base em qualquer ideologia política ou religiosa, e foi dada prioridade a departamentos ativos e lucrativos. Mas, acrescentou, a porta ficou aberta para reativar as comissões no futuro "se forem precisos".

A crise humanitária no Afeganistão é das piores da história da humanidade, com milhões de pessoas em situação de pobreza extrema e com a fome a afetar uma grande parte da população. A tomada de Cabul foi acompanhada pelo congelamento das contas do país em vários bancos mundiais, o que impede os talibãs de aceder aos fundos angariados pelo anterior governo democrático.

Os talibãs voltaram ao poder em agosto de 2021, depois de uma guerra de 20 anos que culminou com a retirada apressada da coligação liderada pelos Estados Unidos de Cabul.

Desde que voltaram a governar o Afeganistão, a regressão nos direitos humanos alcançados nestes 20 anos, especialmente nos direitos das mulheres (que passaram a poder ter uma educação completa e uma maior independência financeira dos seus maridos e famílias), tem sido notória.

Outro departamento dissolvido foi o Alto-Comissariado para a Reconciliação Nacional, o Conselho de Segurança Nacional e a comissão responsável para implementar a constituição democrática afegã, criada durante as duas décadas em que os EUA apoiou o país na luta contra os extremistas.

Leia Também: Afeganistão. Homens e mulheres já podem comer juntos em restaurantes

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório