Meteorologia

  • 24 MAIO 2022
Tempo
19º
MIN 14º MÁX 20º

Ucrânia "provavelmente ganhou a batalha por Kharkiv", aponta relatório

Militares russos decidiram retirar-se de Kharkiv "face às contra-ofensivas ucranianas e à disponibilidade limitada de reforços", indica um relatório do Instituto norte-americano para o Estudo da Guerra.

Ucrânia "provavelmente ganhou a batalha por Kharkiv", aponta relatório
Notícias ao Minuto

14:20 - 14/05/22 por Notícias ao Minuto

Mundo Guerra na Ucrânia

A Ucrânia “provavelmente ganhou a batalha por Kharkiv”, no nordeste do país, considerou, na sexta-feira, o Instituto norte-americano para o Estudo da Guerra (ISW, na sigla em inglês), que diariamente publica relatórios sobre a evolução da invasão russa.

“Os militares russos decidiram provavelmente retirar-se totalmente das suas posições em torno da cidade de Kharkiv, face às contra-ofensivas ucranianas e à disponibilidade limitada de reforços”, refere o documento, citado pela imprensa internacional. “As unidades russas não têm tentado resistir aos contra-ataques das forças ucranianas durante os últimos dias, com algumas exceções”.

O relatório acrescenta que “a Ucrânia provavelmente ganhou a batalha por Kharkiv” e que “as forças ucranianas provavelmente vão tentar perturbar as linhas de comunicação terrestres para Izyum”. 

Já na sexta-feira, o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, referiu, na sua comunicação diária ao país, que “a libertação gradual da região de Kharkiv prova” que a Ucrânia “não deixará ninguém a cargo do inimigo”

“Naturalmente, lembramo-nos de todas as cidades e comunidades que ainda se encontram sob ocupação. Kherson, Melitopol, Berdyansk, Enerhodar, Mariupol e todas as cidades e vilas do Donbass... A libertação gradual da região de Kharkiv prova que não deixaremos ninguém a cargo do inimigo”, frisou.

A Rússia lançou em 24 de fevereiro uma ofensiva militar na Ucrânia que já matou mais de três mil civis, segundo a ONU, que alerta para a probabilidade de o número real ser muito maior. A ofensiva militar causou a fuga de mais de 13 milhões de pessoas, das quais mais de 5,5 milhões para fora do país, de acordo com os mais recentes dados da ONU.

Leia Também: Rússia tenta impedir avanço dos ucranianos até à fronteira em Kharkiv

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório