Meteorologia

  • 25 MAIO 2022
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 26º

EUA. Atirador do metro de Nova Iorque declarou-se inocente

James feriu 23 pessoas mas não matou ninguém durante o ataque em Brooklyn.

EUA. Atirador do metro de Nova Iorque declarou-se inocente
Notícias ao Minuto

20:38 - 13/05/22 por Notícias ao Minuto

Mundo Nova Iorque

Frank R. James, o atirador do metro de Nova Iorque que disparou sobre uma multidão, ferindo 23 pessoas mas não matando ninguém, declarou-se inocente, esta sexta-feira, das acusações de terrorismo e posse ilegal de armas pelas quais foi acusado, depois do tiroteio do passado mês de abril.

Na manhã do dia 12 de abril, James, de 62 anos, abriu fogo e atirou bombas de fumo sobre a multidão no metro de Brooklyn, em Nova Iorque, nos Estados Unidos. Dez pessoas foram atingidas pelos disparos, e as restantes ficaram feridas durante a fuga frenética pelo metropolitano.

Segundo a NBC News, a advogada do atirador não procurou que o seu cliente saísse com uma fiança, limitando-se a apresentar a declaração no tribunal federal de Brooklyn.

Ainda não sabe o que terá levado Frank R. James a atirar sobre a multidão. Depois da caça ao homem que durou cerca de um dia até ser detido, a polícia contou que James publicara vídeos no Youtube em que se queixou do autarca de Nova Iorque, Eric Adams, por este não conseguir apresentar medidas concretas sobre a presença de pessoas em situação de sem-abrigo no metropolitano.

Em outros vídeos, James, que viveu no estado do Wisconsin, demonstrou simpatia para com um homem que matara cinco trabalhadores de uma fábrica em Milwaukee, antes de tirar a sua própria vida, criticando as condições de trabalho a que este estaria alegadamente sujeito.

Mia Eisner-Grynberg, a advogada de James, contou na altura do tiroteio que o seu cliente entregou-se à polícia depois de ver a sua cara nas notícias. A polícia também confirmou, pouco depois de o prender, que a denúncia anónima sobre James durante a procura de 30 horas fora feita pelo próprio.

Se James for condenado pela acusação de terrorismo, pode enfrentar uma pena de prisão perpétua. Além dos crimes no metro de Brooklyn, a polícia encontrou munições, um machado, gasolina e uma carrinha abandonada pelo homem, que disparou 33 vezes antes da arma encravar.

Leia Também: Quem é Frank R. James, o suspeito do tiroteio no metro de Nova Iorque?

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório