Meteorologia

  • 28 MAIO 2022
Tempo
25º
MIN 16º MÁX 27º

Países europeus pedem a Israel que pare construções na Cisjordânia

Quinze países europeus, incluindo França, Alemanha e Itália, pediram, esta sexta-feira, a Israel que suspenda um projeto para construir mais de 4.000 casas na Cisjordânia, numa declaração divulgada pelo ministério francês.

Países europeus pedem a Israel que pare construções na Cisjordânia

"Estamos profundamente preocupados com a decisão do Conselho de Planeamento israelita de avançar com planos para a construção de mais de 4.000 unidades de habitação na Cisjordânia", escreveram os ministros dos Negócios Estrangeiros destes 15 países num comunicado conjunto.

Os ministros pediram "às autoridades israelitas que revertam esta decisão", e que "não realizem as demolições ou expulsões planeadas, especialmente em Masafer Yatta".

A declaração é subscrita pelos ministérios dos Negócios Estrangeiros da França, Alemanha, Espanha, Itália, Bélgica, Dinamarca, Finlândia, Grécia, Irlanda, Países Baixos, Noruega, Suécia, Luxemburgo, Malta e Polónia.

O documento recorda que os colonatos israelitas nos territórios ocupados "estão em clara violação do direito internacional" e constituem um obstáculo para alcançar uma "paz justa, abrangente e duradoura" entre israelitas e palestinianos.

Os países europeus declaram ainda que esta decisão, "a que se acrescenta às demolições de casas e despejos de populações palestinianas" em Jerusalém Oriental e na Área C da Cisjordânia, "ameaça diretamente a viabilidade de um futuro Estado palestiniano".

Leia Também: Polícia israelita morto em confrontos com palestinianos na Cisjordânia

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório