Meteorologia

  • 25 SETEMBRO 2022
Tempo
23º
MIN 16º MÁX 23º

Canadá não se deixa "intimidar" por manifestantes racistas e nazis

Durante o fim de semana, milhares de pessoas saíram às ruas de Ottawa para protestar contra as medidas impostas para combater a Covid-19. Há registo de insultos racistas e xenófobos e hasteamento de bandeiras nazi.

Canadá não se deixa "intimidar" por manifestantes racistas e nazis

O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, reagiu esta segunda-feira aos protestos levados a cabo durante o fim de semana na capital, Ottawa, contra as vacinas, utilização de máscaras e confinamentos. Milhares de manifestantes tiveram “comportamentos obscenos e insultuosos” ao urinar no Memorial Nacional de Guerra, dançar no Túmulo do Soldado Desconhecido e exibir bandeiras nazis

“A liberdade de expressão, reunião e associação são pilares da democracia, mas o simbolismo nazi, as imagens racistas e a profanação do memorial de guerra não o são”, afirmou num discurso dirigido à população. “São um insulto à memória e à verdade. O ódio nunca pode ser a resposta”.

“Nos últimos dias, os canadianos ficaram chocados e, honestamente, enojados com o comportamento de algumas pessoas a protestar na capital da nossa nação”, acrescentou.

Trudeau, que no sábado teve de ser retirado da sua residência oficial devido aos protestos, sublinhou que  o país não está “intimidado”.

“Quero ser muito claro. Não estamos intimidados por aqueles que insultam, maltratam trabalhadores de pequenas empresas e roubam comida a pessoas sem abrigo. Não vamos ceder àqueles que hasteiam bandeiras racistas. Não cederemos àqueles que praticam vandalismo ou desonram a memória dos nossos veteranos”, frisou.

Os protestos começaram com camionistas contra a vacinação obrigatória no país, aos quais milhares de pessoas se juntaram. No discurso, Trudeau frisou que cerca de 90% dos camionistas do Canadá estão vacinados e agradeceu àqueles que “se impuseram” para continuar a ajudar o país nos últimos dois anos. “Contámos convosco e podem contar conosco para continuar do vosso lado e permitirmos que façam o vosso trabalho em segurança”, afirmou.

No domingo, a polícia local anunciou que estão a ser investigadas possíveis acusações criminais depois das manifestações antivacinas. “Estão a decorrer várias investigações criminais em relação à profanação da estátua do Memorial Nacional de Guerra/Terry Fox”, disse a polícia de Ottawa. 

Leia Também: Canadá. Justin Trudeau testa positivo à Covid-19

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório