Meteorologia

  • 29 MAIO 2022
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 22º

Exército do Mali mata 42 terroristas em várias operações militares

O exército do Mali matou 42 terroristas e prendeu 34 outros em diferentes operações militares realizadas entre 17 e 22 de janeiro em várias regiões do país, nas quais também apreendeu armas e veículos, foi hoje anunciado.

Exército do Mali mata 42 terroristas em várias operações militares
Notícias ao Minuto

13:12 - 27/01/22 por Lusa

Mundo Mali

Em comunicado, o Estado-Maior General das Forças Armadas do Mali refere que este é o resultado de ataques aéreos e terrestres realizados pelo exército contra alegadas bases terroristas em diferentes regiões do país.

Numa primeira operação, o exército maliano matou 28 terroristas nas florestas de Naoulena e Bamadjougou, localizados na região de Nara, a norte da capital, Bamako, e limítrofe com a Mauritânia.

A segunda operação teve lugar nas zonas sul de Sikasso, Bougouni e Koutiala, na fronteira com o Burkina Faso, onde tropas do Governo destruíram uma base terrorista e prenderam 22 dos seus combatentes.

Nestas intervenções, as tropas apreenderam carros e motos utilizados pelos terroristas.

As forças armadas também realizaram ataques aéreos em posições de grupos terroristas nas florestas de Toun, Ouenkoro e Dia, nas regiões centrais de Ségou e Mopti, resultando na destruição de uma oficina de fabrico de bombas e no assassínio de 11 suspeitos de terrorismo.

Além disso, os militares mataram três suspeitos terroristas e prenderam outros três numa intervenção na região de Ouro Sémé em Mopti, durante a qual também apreenderam armas e munições.

Na mesma região do centro do país, as tropas do Mali prenderam outros nove alegados terroristas com duas bombas na sua posse.

O Mali está a atravessar uma situação complexa de insegurança e instabilidade política com a presença de grupos terroristas, que estão a intensificar os seus ataques contra a população civil, o exército e as forças estrangeiras e das Nações Unidas.

Em 2021, Portugal enviou para a Missão das Nações Unidas no Mali (Minusma) uma aeronave de transporte e 65 militares da Força Aérea.

Leia Também: Mali exige saída de destacamento de forças dinamarquesas no país

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório