Meteorologia

  • 05 JULHO 2022
Tempo
30º
MIN 17º MÁX 31º

Washington ameaça Somália com sanções por causa de atraso em eleições

Os Estados Unidos ameaçaram hoje a Somália com sanções, se as autoridades insistirem em continuar a adiar as eleições parlamentares, procurando terminar o impasse político no país africano.

Washington ameaça Somália com sanções por causa de atraso em eleições

"As eleições na Somália já estão atrasadas mais de um ano. Os Estados Unidos estão prontos para tomar medidas contra aqueles que criem obstáculos, se o novo calendário do Fórum Consultivo Nacional não for cumprido", disse o Departamento de Estado norte-americano, na sua conta na rede social Twitter.

No domingo à noite, o primeiro-ministro da Somália, Mohamed Hussein Roble, e os líderes dos vários estados somalis prometeram realizar as eleições parlamentares até 25 de fevereiro.

As tensões são recorrentes entre Roble e o Presidente somali, Mohamed Abdullahi Mohamed, em grande parte devidas à forma de organização das eleições, e a recente escalada entre os dois estadistas suscitou o receio de que o conflito se transforme em violência generalizada.

Vários observadores acreditam que a crise no aparelho do Estado e o impasse eleitoral servem para desviar a atenção de questões mais importantes na Somália, como a insurgência 'jihadista' Shebab, que agita o país desde 2007.

Leia Também: Washington aprova libertação de mais 5 reclusos da prisão de Guantánamo

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório