Meteorologia

  • 25 SETEMBRO 2022
Tempo
23º
MIN 16º MÁX 23º

"Estou farta": Médica recusa atender doentes não vacinados

Mara Maffeis explica que estava sobrecarregada, que sentia que "tinha voltado a março de 2020" e explodiu.

"Estou farta": Médica recusa atender doentes não vacinados
Notícias ao Minuto

23:44 - 30/12/21 por Notícias ao Minuto

Mundo Covid-19

Uma médica italiana, Mara Maffeis, pediu ao centro de saúde onde dá consultas que eliminasse da sua lista de todos os pacientes que não estivessem vacinados contra a Covid-19.

"Muito obrigada a todos os pacientes não vacinados pela nova onda pandémica que enfrentamos. Vou pedir ao centro de saúde que elimine das minhas consultas todos os pacientes não vacinados", escreveu a médica no seu estado de Whatsapp. Um pedido que... lhe foi recusado. 

Mara Maffeis, de 48 anos, natural de Parre, em Bérgamo, queria tirar os pacientes não vacinados da sua lista de 1.500 utentes. “Disseram-me que não é possível, que então teriam que retirar também obesos e fumadores. Por isso, continuarei a tratar de todos como sempre fiz”.

A médica afirma que passou horas em ambulatório a tentar convencer os indecisos a vacinarem-se, mas assume que a sua paciente chegou ao fim esta semana com o aumento de casos potenciado pela nova variante Ómicron. 

Os mais céticos, aponta a médica, têm entre 40 e 50 anos. "Estou farta de desperdiçar tempo com estas pessoas", sublinha a clínica. 

Mara explica que estava sobrecarregada, que sentia que "tinha voltado a março de 2020" e explodiu, tendo posteriormente recebido ameaças, mas também mensagens de apoio dos seus pacientes que garantem que tomam a terceira dose e até a quarta se for preciso. 

Leia Também: Pai negacionista morre com Covid-19 depois de recusar ser intubado

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório