Meteorologia

  • 22 JANEIRO 2022
Tempo
MIN 5º MÁX 14º

Edição

Bangladesh condena 20 pessoas à morte por assassínio de estudante em 2019

Um tribunal do Bangladesh condenou hoje à pena capital 20 pessoas associadas à morte, em 2019, de um estudante que tinha criticado o Governo nas redes sociais, indicou o procurador do Ministério Público local.

Bangladesh condena 20 pessoas à morte por assassínio de estudante em 2019

"Vinte pessoas foram condenadas à morte e cinco outras a prisão perpétua pelo assassínio de Abrar Fahad", revelou à agência noticiosa France-Presse (AFP) o procurador Abdullah Abu.

O corpo de Abrar Fhad, que contava 21 anos, foi encontrado no dormitório da Universidade de Engenharia e de Tecnologia do Bangladesh ((BUET), em Daca, em outubro de 2019.

"Estou satisfeito com o veredicto. Espero que as penas sejam executadas", sublinhou Barkat Ullah, pai da Abrar Fahad, ainda no tribunal, após serem conhecidas as sentenças.

Poucas horas antes da morte, o jovem tinha publicado na rede social Facebook críticas contra o primeiro-ministro do Bangladesh, Sheikh Hasina, que tinha acabado de assinar um acordo de delimitação das águas territoriais com a Índia.

Abrar Fahad foi agredido com bastões de cricket e com outros objetos contundentes durante seis horas por 25 dos seus colegas, membros da Liga Chhatra do Bangladesh (BCL), o "braço universitário" da Liga Awami, partido no poder.

Leia Também: Pelo menos cinco mortos em incêndio em fábrica de sapatos no Bangladesh

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório