Meteorologia

  • 08 DEZEMBRO 2021
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 14º

Edição

Pescas: Governo britânico vai convocar embaixadora francesa

O Governo britânico anunciou hoje que vai convocar a embaixadora francesa em Londres, após ameaças de retaliação feitas por Paris a propósito de licenças de pesca pós-Brexit que acusa o Reino Unido de conceder em número insuficiente.

Pescas: Governo britânico vai convocar embaixadora francesa
Notícias ao Minuto

19:52 - 28/10/21 por Lusa

Mundo França/Reino Unido

Sublinhando que Londres considera as ações de retaliação previstas por França "injustificadas", a chefe da diplomacia britânica, Liz Truss, deu instruções à sua secretária de Estado encarregada da Europa, Wendy Morton, para "convocar a embaixadora francesa", Catherine Colonna, anunciou um porta-voz do Governo britânico em comunicado.

"Lamentamos a linguagem de confrontação que tem sido constantemente utilizada pelo Governo francês nesta questão, que não facilita a resolução das coisas", acrescentou o porta-voz.

O discurso subiu rapidamente de tom na quarta-feira, após o anúncio por França da entrada em vigor das primeiras medidas de retaliação -- reforço dos controlos e proibição de desembarque de barcos britânicos em portos franceses -- contra as ilhas anglo-normandas do Canal e o Reino Unido a partir de 02 de novembro, se os pescadores franceses não obtiverem até lá mais licenças para pescar nas águas britânicas.

"Repetimos que o Governo britânico concedeu 98% dos pedidos de licenças feitos por embarcações da União Europeia (UE) para pescar nas águas do Reino Unido e, como indicámos claramente, analisaremos qualquer elemento de prova para aqueles que restam", acrescentou a mesma fonte, referindo novamente um número contestado por França, que diz que foram 90%.

Entre os vários temas de atrito pós-'Brexit' entre Londres e Paris, o das pescas continua a gerar controvérsia, embora diga apenas respeito a um número relativamente pequeno de responsáveis.

O acordo pós-'Brexit', concluído 'in extremis' no final de 2020 entre Londres e Bruxelas, prevê que os pescadores da UE possam continuar a pescar em algumas águas britânicas, desde que possam comprovar terem pescado nelas antes.

Mas os franceses e os britânicos discutem sobre a natureza e a extensão das licenças a serem facultadas.

Nas áreas de pesca disputadas, Londres e Jersey (a maior ilha do Canal) concederam pouco mais de 210 licenças, mas Paris pede 244.

Leia Também: Pesca. Reino Unido pede calma e França quer respeito por compromissos

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;
Campo obrigatório