Meteorologia

  • 08 DEZEMBRO 2021
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 15º

Edição

Juan Guaidó agradece a Jair Bolsonaro por acolher venezuelanos no Brasil

O líder opositor venezuelano, Juan Guaidó, agradeceu hoje ao Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, por avançar com uma operação para acolher cidadãos que deixaram a Venezuela, escapando da crise política, económica e social, radicando-se no país vizinho.

Juan Guaidó agradece a Jair Bolsonaro por acolher venezuelanos no Brasil

"No Brasil há cerca de 260.000 migrantes e refugiados venezuelanos que fugiram da fome e da miséria causadas pela ditadura. A Operação Acolhida do Governo do Presidente Jair Bolsonaro procura resolver esta situação. Obrigado pelo vosso apoio ao nosso povo e pela procura de soluções", escreveu o líder opositor na plataforma social Twitter.

Juan Guaidó acompanhou o agradecimento com uma cópia da mensagem de Jair Bolsonaro, no Twitter, sobre a operação de acolhimento de venezuelanos em Roraima, no norte do Brasil.

"Averiguação da Operação Acolhida, situação do estado com os impactos dos refugiados e medidas tomadas para acolhimento de nossos irmãos venezuelanos que fogem da ditadura socialista de Nicolás Maduro, apoiada pelo 'ex-presidiário petista'", explica Jair Bolsonaro, numa referência ao ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva e a sua proximidade ao Governo de Caracas.

Segundo a imprensa local, Jair Bolsonaro, aproveitou a visita à cidade de Boa Vista, a localidade mais povoada de Roraima, para criticar o seu potencial rival nas presidenciais de 2022, Lula da Silva e enviar a mensagem de que os brasileiros apreciam a liberdade.

"Não queremos isto no nosso país. O nosso maior bem é a nossa liberdade. Decisões erradas levam a isto", disse Bolsonaro durante uma visita a um albergue de migrantes venezuelanos.

Dados da Plataforma de Coordenação Interagências para Refugiados e Migrantes da Venezuela (RV4) dão conta que 5.914.519 venezuelanos abandonaram o seu país desde 2015, fugindo da crise política, económica e social que afeta a Venezuela.

Deles, 4.868.246 emigraram para países da América Latina e Caraíbas, principalmente para a Colômbia 1,74 milhões, para o Peru 1,29 milhões, Equador 482 mil, Chile 448 mil, e Brasil 261 mil.

Os venezuelanos emigraram também para a Argentina, com mais de 173 mil, Panamá 121 mil, República Dominicana com 115 mil, México com 83 mil, Costa Rica com quase 30 mil, entre outras localidades.

Por outro lado, mais de 1,05 milhões de venezuelanos emigraram para outros continentes.

Leia Também: Venezuela: Procurador do TPI visita Caracas nos próximos dias

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;
Campo obrigatório