Meteorologia

  • 27 NOVEMBRO 2021
Tempo
12º
MIN 9º MÁX 15º

Edição

Moçambique. Agente detido por cobrar 303 euros para soltar prisioneiro

As autoridades moçambicanas detiveram um agente do Serviço Nacional de Investigação Criminal (Sernic) que terá cobrado ilicitamente 22.500 meticais (303 euros) para libertar um prisioneiro, em Nampula, no norte do país.

Moçambique. Agente detido por cobrar 303 euros para soltar prisioneiro

O agente, detido no dia 14, terá contactado a mulher do prisioneiro garantindo-lhe que "podia criar condições" para a libertação do marido "em coordenação com um magistrado do Ministério Público, cujo nome não foi revelado", disse José Sopa, do Gabinete Provincial de Combate à Corrupção em Nampula, citado hoje pela televisão privada STV.

"O colega cobrou à senhora o valor total de 22.500 meticais, entretanto a soltura não chegou a acontecer", referiu José Sopa.

Segundo o Gabinete de Combate à Corrupção, o agente terá prometido ainda criar condições para que a mulher falasse com o seu marido, uma vez que tinha "dificuldade de conversar com ele na esquadra".

Um total de 326 agentes da polícia moçambicana foram expulsos em 2020 por se terem envolvido em atos criminais, de acordo com os últimos dados divulgados pelo comando-geral da Polícia da República de Moçambique.

Leia Também: Alta do crude chega a Moçambique e consumidores reclamam para abastecer

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório