Meteorologia

  • 02 DEZEMBRO 2021
Tempo
11º
MIN 10º MÁX 14º

Edição

Israel regista quatro mil palestinianos indocumentados da Cisjordânia

Israel registou hoje 4.000 palestinianos residentes na Cisjordânia ocupada, que poderão a partir de agora solicitar autorizações de trabalho em território israelita e circular mais facilmente, anunciou o COGAT, o órgão militar que gere a ocupação.

Israel regista quatro mil palestinianos indocumentados da Cisjordânia
Notícias ao Minuto

12:53 - 19/10/21 por Lusa

Mundo COGAT

A decisão é resultado da inédita reunião em agosto em Ramallah entre o presidente da Autoridade Palestiniana, Mahmud Abbas, e o ministro da Defesa israelita, Benny Gantz.

Entre uma série de medidas de confiança a implementar encontrava-se a regularização de indocumentados.

De acordo com um porta-voz do COGAT, a medida foi promovida por Gantz como parte de "uma série de medidas civis e económicas" para a população da Cisjordânia, segundo a agência noticiosa espanhola EFE.

Do total de 4.000 inscritos hoje no Registo da População Palestiniana do Estado hebreu, 1.200 não tinham qualquer inscrição e 2.800 apareciam como residentes na Faixa de Gaza, de onde se mudaram antes de 2007.

O porta-voz do COGAT indicou que todos os inscritos residem na Cisjordânia há muito tempo e salientou que "todos os pedidos aprovados têm natureza humanitária, foram analisados minuciosamente e estão sujeitos, por razões de segurança, à aprovação dos departamentos de segurança israelitas pertinentes".

Conceder um empréstimo no valor de 155 milhões de dólares (132,9 milhões de euros) à Autoridade Palestiniana foi outra das decisões de Israel decorrentes da reunião entre Gantz e Abbas, segundo a EFE.

Leia Também: Exército israelita mata palestiniano em resposta a ataque na Cisjordânia

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;
Campo obrigatório