Meteorologia

  • 09 DEZEMBRO 2021
Tempo
12º
MIN 11º MÁX 17º

Edição

Deputado iraniano anuncia negociações em Bruxelas sobre acordo nuclear

O Irão deve participar numa reunião em Bruxelas, na quinta-feira, para retomar as negociações sobre o acordo nuclear de 2015, suspenso desde junho, disse hoje um parlamentar iraniano, informação que não foi confirmada pela União Europeia (UE).

Deputado iraniano anuncia negociações em Bruxelas sobre acordo nuclear
Notícias ao Minuto

18:19 - 17/10/21 por Lusa

Mundo Irão

"O ministro dos Negócios Estrangeiros iraniano, Hossein Amir-Abdollahian, disse que as negociações com o grupo 4 + 1 começariam em Bruxelas na quinta-feira", referiu o deputado Ahmad Alirézabeigui, após uma reunião à porta fechada do parlamento com o chefe da diplomacia europeia, Josep Borrell.

Na sexta-feira, o alto representante das Relações Exteriores da UE disse estar "pronto" para receber líderes iranianos em Bruxelas, a seu pedido, um dia após a visita a Teerão do negociador da UE encarregado da questão nuclear, Enrique Mora.

As negociações iniciadas em abril em Viena decorrem entre o Irão, de um lado, e, do outro lado, o grupo 4 + 1, integrado pelos quatro países membros permanentes do Conselho de Segurança da Organização nas Nações Unidas (Reino Unido, China, Rússia e França) e pela Alemanha, na presença da UE.

Os Estados Unidos, que se retiraram do acordo nuclear em 2018, na era do ex-Presidente Donald Trump, participaram indiretamente nessas discussões em Viena, com o objetivo de salvar o tratado.

"Todos receberam uma mensagem clara e séria. O Governo [iraniano] iniciará negociações esta semana com base na Lei de Ação Estratégica para o levantamento das sanções", disse o deputado iraniano Behrouz Mohebbi, na sua conta da rede social Twitter.

De acordo com esta lei aprovada em dezembro de 2020 pelo parlamento, o Irão restringiu, desde fevereiro, o acesso de inspetores da Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA) a algumas das suas instalações nucleares, por retaliação contra as sanções que os Estados Unidos da América restabeleceram em 2018.

"Sei que os iranianos querem de alguma forma conversas prévias comigo, como coordenador, e com alguns outros membros do Conselho. Estou disponível [...], mas o tempo está a esgotar-se", disse Josep Borrell, na sexta-feira, em Washington.

Enrique Mora levantou, na quinta-feira, em Teerão, a possibilidade de um encontro "bilateral" entre os iranianos e a UE, que coordena as negociações.

Contudo, o gabinete de Borrell informou que não foi capaz de confirmar a realização de tal reunião agendada para quinta-feira, em Bruxelas.

"O objetivo continua a ser retomar as negociações em Viena o mais rápido possível", disse um porta-voz da UE.

Leia Também: Irão volta a adiar execução de jovem preso aos 17 anos por homicídio

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;
Campo obrigatório