Meteorologia

  • 16 OUTUBRO 2021
Tempo
18º
MIN 15º MÁX 27º

Edição

Biden promete consequências para agentes que agiram contra haitianos

O Presidente dos Estados Unidos prometeu hoje "consequências" para os agentes que trataram com violência migrantes haitianos que tentavam atravessar a fronteira norte-americana a partir do México, assumindo a responsabilidade, na qualidade de governante, por tais atos "horríveis".

Biden promete consequências para agentes que agiram contra haitianos

escandaloso. Prometo-vos, estas pessoas vão pagar, haverá uma investigação e vão existir consequências", declarou Joe Biden, quando questionado pelos jornalistas sobre as imagens recentemente divulgadas que mostram agentes da patrulha de fronteira dos Estados Unidos a dispersarem de forma violenta migrantes haitianos que se concentravam na zona de Del Rio, no Texas, na fronteira com o México.

As imagens divulgadas mostram agentes fronteiriços, a cavalo, a gritarem e a recorrerem a chicotes para dispersar os migrantes.

Questionado por uma jornalista sobre se assumia a responsabilidade pelo "caos" registado junto à fronteira, Joe Biden respondeu: "Claro que assumo a responsabilidade. Eu sou o Presidente. Foi horrível (...) ver pessoas a serem tratadas desta forma".

"É constrangedor. É mais do que constrangedor. É perigoso. É errado. Envia uma mensagem errada para o mundo, uma mensagem errada para o país", prosseguiu.

E rematou: "Isto não nos representa".

Na quarta-feira, o secretário norte-americano da Segurança Interna, Alejandro Mayorkas, anunciou que uma rápida investigação à "violência desnecessária" utilizada pelos agentes contra os migrantes tinha sido ordenada.

A administração democrata de Joe Biden tem estado sob fortes críticas, por parte de todos os quadrantes políticos, devido ao início da deportação em massa de dezenas de milhares de migrantes, a maioria oriundos do Haiti, que se encontram concentrados e acampados junto da fronteira sul dos Estados Unidos.

As autoridades norte-americanas já deportaram 1.324 migrantes, segundo dados do governo haitiano.

A tensão em redor deste assunto intensificou-se na quinta-feira, com o pedido de demissão do enviado norte-americano para o Haiti, Daniel Foote, que denunciou as expulsões "desumanas" feitas pela administração norte-americana.

Um representante do condado fronteiriço de Val Verde, no Estado do Texas, onde cerca de 15 mil migrantes têm estado acampados nos últimos dias, avançou hoje à agência Associated Press (AP) que apenas 225 migrantes permanecem na zona.

O representante, identificado como juiz Lewis Owens, indicou ainda ter sido informado de que todos os migrantes serão retirados da zona até ao final do dia de hoje.

Leia Também: Biden e democratas no Congresso acordam forma de financiar agenda

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório